15/08/2018

Vaivém Oceanário vai estar em Tavira

O Vaivém Oceanário vai estar em Tavira, na Feira da Dieta Mediterrânica, junto à Casa André Pilarte, de 4 a 9 de setembro.


O projeto de educação ambiental em movimento do Oceanário de Lisboa pretende, através de atividades lúdico-pedagógicas gratuitas, dar a conhecer a forma como o oceano nos influencia, o nosso impacto no oceano e qual e o nosso papel na sua conservação.

O Vaivém tem como objetivo envolver de forma ativa todos os que o visitam, para que se tornem agentes de mudança e que contribuam para a conservação do oceano e da biodiversidade marinha.

Famílias, veraneantes, grupos de atividades dos tempos livres, colónias de férias, grupos séniores, CERCIs e público em geral, estão convidados a «juntar-se ao movimento» e a descobrir como podem contribuir para a conservação do oceano, através da alteração dos seus comportamentos. Reconhecendo o plástico como uma das maiores ameaças ao oceano, todos vão aprender como podem agir ativamente, através de conselhos práticos para redesenharem a sua relação com o plástico no dia a dia.

O Vaivém Oceanário viaja por Portugal desde 2005 e já visitou mais de 211 municípios de todos os distritos do país, incluindo regiões autónomas, levando a missão do Oceanário de Lisboa a mais de 254 mil participantes.

FIRESHELTER52

14/08/2018

Levante para Fim de Semana Cada Vez mais Provável

Como temos vindo a publicar, a partir do final desta semana e, pelo menos, nos 4-5 dias seguintes, teremos um padrão caracterizado pela entrada de massas de ar mais quentes, sobre Portugal Continental, vindas do Norte de África e passando pelo Interior da Península Ibérica.


As regiões do Alentejo, Ribatejo, Beira Baixa e Interior Algarvio, serão as mais quentes, com temperaturas máximas entre os 35ºC e os 42ºC, sendo que, nas zonas mais a Norte e junto ao Litoral, os dias mais quentes irão alternar com outros mais ventosos e frescos.

São prováveis poeiras em suspensão na atmosfera, em especial, nas regiões do Sul e do Centro, mas as concentrações serão mais baixas, do que no episódio do início do mês.



BestWeather

FIRESHELTER52

Bombeiros Respondem a Vários Incêndios Durante a Noite

Bombeiros Respondem a várias eclosões de incêndio em mato na freguesia de Castro Marim durante a noite de ontem. 


Uma preocupante ignição na zona da Mata da Ordem na zona de Odeleite despoletou um ataque inicial musculado para este local por parte dos Bombeiros de Vila Real Alcoutim e Tavira.

No decorrer deste combate uma patrulha militar em vigilância neste local detetou outra ignição na mesma zona valendo o empenhamento dos meios de combate a caminho.

Após o rescaldo e já durante as acções de vigilância dois novos incêndios são despoletados e alertados na zona de Odeleite e Montinho da Aroeira.

Os Bombeiros de Vila Real Tavira e Alcoutim responderam prontamente a todas estas solicitações e garantiram a extinção e segurança dos focos de incêndio.

FIRESHELTER52

13/08/2018

Sismo de 3.3 no mar ao largo de Olhão

Um sismo de magnitude 3.3 (Richter), cujo epicentro se localizou no mar, cerca de 60 quilómetros a Sul de Olhão, foi registado nas estações da Rede Símica do Continente, esta segunda-feira, 13 de Agosto, às 17h30.


Segundo o IPMA, não foi recebida nenhuma informação confirmando que este sismo tenha sido sentido.

Se por acaso sentiu este sismo, colabore com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, acedendo ao site deste organismo e preenchendo o formulário disponível, clicando aqui, de forma a ajudar a caracterizar melhor os sismos.

sulinformacao.pt

FIRESHELTER52

Falta de equipa médica trava reforço do INEM em Tavira

Foi anunciada como um reforço de emergência para os meses de verão, mas nunca chegou a funcionar. 


A Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER), que estava previsto ser colocada em Tavira, está inoperacional por falta de médicos e enfermeiros. 

Este novo meio de emergência, ao que o CM apurou, iria reforçar a capacidade de resposta a situações de acidente ou mau- -estar súbito, na zona do Sotavento. 

Segundo revelou o INEM durante a apresentação do reforço, em maio, este meio de emergência e mais outros 13, entre ambulâncias e motociclos, eram essenciais para melhorar a prestação do socorro "numa região que vê a sua população crescer de forma considerável no verão". 

A nova viatura médica ficaria entregue ao Centro Hospital e Universitário do Algarve (CHUA), que iria assegurar o seu funcionamento com a colocação de médicos e enfermeiros. 

O problema é que o CHUA tem falta de profissionais e não consegue garantir a operacionalidade da VMER. 

FIRESHELTER52

Levante Pode Chegar já no Final de Semana

Para o final desta semana e seguinte, teremos um padrão caracterizado pela entrada de massas de ar mais quentes, sobre a Península Ibérica, enquanto que, a oeste e sobre o Atlântico, tenderemos a observar a passagem de massas de ar mais frias. 


Com esta configuração, esperamos diversos dias de temperaturas, em geral, altas no Interior e Algarve, com máximas da ordem dos 40ºC e poucos, enquanto que, na faixa costeira ocidental, irão alternar-se, dias de tempo mais quente, com dias um pouco mais frescos e ventosos.

Estaremos a aguardar mais informações.

FIRESHELTER52

10/08/2018

Serra de Tavira e Alcoutim Reforçada com Bombeiros de Fora

Bombeiros de Vila de Rei, Castelo Branco, Idanha-a-Nova e Proença-a-Nova constituem uma Brigada de Combate a Incêndios e que vai estar estacionada no Concelho de Alcoutim em reforço ao dispositivo de combate a incêndios no Sotavento algarvio.


FIRESHELTER52

Dominado o incendio monchique

O incêndio de Monchique foi dado como dominado há instantes. 



A última atualização do site da Proteção Civil, feita há minutos, deu conta de que o incêndio está dominado e em resolução, quando se estava a entrar no oitavo dia de chamas a lavrar.

No terreno, continuam muitos meios – 1371 operacionais, apoiados por 442 veículos -, bem como máquinas de rastos. 

Os meios aéreos também já estão a atuar e deverão continuar a dar uma ajuda às forças no terreno na consolidação deste incêndio que, segundo os últimos dados, queimou mais de 27 mil hectares de serra nos concelhos de Monchique, Silves, Portimão e Odemira.

FIRESHELTER52

03/08/2018

Equipas Combatem Novo Incêndio em Monchique

Mais de 120 Bombeiros, apoiados por 9 meios aéreos estão a combater um violento incêndio em mato a norte de Monchique.



Segundo o site da ANPC o incêndio eclodiu na zona da Perna da Negra as 13:30, e fotos desde Messines já mostram dinâmica e alta coluna de fumo a preencher o céu na serra de Monchique.

O SAFEPLACE52 continuará a informar o ponto de situação, sabendo que Bombeiros de toda a região Algarvia estão a caminho do local.

14:45: - 200 Operacionais // 54 meios terrestres // 9 Meios aéreos // 

17:00:- 415 Operacionais // 128 Meios Terrestres // Incêndio Ativo a lavrar descontrolado 
2 Grupos de Reforço de Incêndios Florestais de Lisboa a caminho do local

Foto do local:




FIRESHELTER52

02/08/2018

Panorama às 18 Horas de Hoje - dia 2

Estamos já quase os 34º perto do mar neste dia de levante.


Durante o dia o céu se ofusca devido à presença de algumas nuvens, o que pode travar a subida dos termómetros no que subtrai de tarde, mas fazer 'efeito cobertor'.
Esta noite com mínimas especialmente quentes.

FIRESHELTER52

120 Bombeiros Combatem Incêndio na Serra de Monchique

O fogo continua com uma frente ativa e está a ser combatido por 113 operacionais, apoiados por 36 veículos, um helicóptero Kamov, 3 helis ligeiros e dois aviões Fireboss.



Segundo a mesma fonte, apesar de esta ser uma zona com habitações dispersas, «não há informação de casas em risco».

FIRESHELTER52

LIFESAVING 9 - Edição Especial 2º Aniversário

A revista «Lifesaving», produzida pela equipa da VMER de Faro e de Albufeira, assinala esta sexta-feira 3 de agosto, pelas 18h30 o seu segundo aniversário de publicações consecutivas.


A celebração dos dois anos de atividade coincide com a apresentação pública da 9ª edição da revista, num evento que decorre na Fnac de Faro, e com a inauguração de uma exposição sobre «AVC», a qual pode ser vista no Fórum Algarve nos dias 3 e 4 de Agosto.

Dedicada à temática da «Via Verde do AVC», a edição de aniversário da «Lifesaving» contará com a participação de profissionais da VMER, do Serviço de Urgência e da Unidade de AVC do Centro Hospitalar Universitário do Algarve.

Para além das diversas rubricas da revista, esta edição conta ainda com um caderno especial sobre «Ética e Catástrofe», a qual vai apresentar os resumos das apresentações efetuadas no seminário que decorreu no passado mês de maio no âmbito da Feira da Proteção Civil de Portimão «Algarsafe 2018».

Com o objetivo de sensibilizar para a problemática daquela que é uma das principais causas de morte em Portugal – o acidente vascular cerebral – esta exposição poderá ser vista nos dias 3 e 4 de agosto na área coberta no rés-do-chão do Fórum Algarve. “Pretende-se com esta iniciativa partilhar noções fundamentais de prevenção da doença, o seu reconhecimento precoce e abordagem terapêutica, bem como dar a conhecer o tipo de intervenção que é feita pela VMER no pré-hospitalar e pelas equipas da Via Verde AVC em contexto hospitalar” explica Bruno Santos, editor-chefe da «Lifesaving» e coordenador médico das VMER de Faro e de Albufeira.

É uma publicação técnico-científica na área da emergência médica, produzida por médicos e enfermeiros das Viaturas Médicas de Emergência e Reanimação de Faro e Albufeira (VMER) pertencentes ao Centro Hospitalar Universitário do Algarve. Com uma periodicidade trimestral e num formato digital, a revista aborda diversos temas na área da emergência médica, destacando-se pelo seu caráter inovador em Portugal e contando já com milhares de subscritores do formato e seguidores nas redes sociais.

FIRESHELTER52

Bombeiros Municipais Respondem a Incêndio em Bias do Sul

Os Bombeiros Municipais de Olhão, Municipais de Tavira e São Brás e Alportel responderam durante a madrugada de hoje a um incêndio na zona de Bias do Sul. 


Pasto, canas e detritos a arder junto a diversas habitações perto do Parque Natural deram trabalho durante toda a madrugada as equipas de Bombeiros.

Uma pronta e rápida intervenção foi determinante para colocar em segurança a zona envolvida pelo incêndio sendo que em pasto fino e detritos a propagação fazia-se de forma muito rápida.

O combate foi apoiado por equipas de três veículos florestais de combate a incêndios um auto tanque e um veiculo ligeiro de apoio.

A autoridade territorial esteve no local.

FIRESHELTER52

Veículo inovador equipa Bombeiros Olhão

No seguimento do plano de reequipamento do seu Corpo de Bombeiros, o Município de Olhão adquiriu recentemente um novo veículo para o serviço de proteção e socorro na Ilha da Armona, num investimento de cerca de 52.500 euros, suportado integralmente pela autarquia.


A viatura vem reforçar a capacidade de intervenção dos bombeiros na emergência pré-hospitalar, no combate a incêndios e noutros incidentes que possam ocorrer.

Conforme refere a autarquia em nota de imprensa, o veículo, de tração 6x6, é dotado de um kit independente e amovível, com sistema de supressão de incêndios com capacidade para 200 litros de água e 12 litros de espumífero e 50 metros de mangueira semirrígida.

Dispõe, ainda, de capacidade de intervenção em emergência pré-hospitalar, estando equipado com uma maca e equipamento de primeiros-socorros.

Equipada com o sistema de iluminação e sinalização previsto para os veículos de emergência, a viatura possui comunicações com as redes Siresp e Rob e está equipada com um guincho elétrico e sistemas frontal e traseiro de reboque.

Para além do investimento neste veículo de apoio e socorro, o Município comparticipou, também, a aquisição de um desfibrilhador para equipar o Posto de Socorros da Cruz Vermelha de Olhão na Ilha da Armona.

Dois investimentos “importantíssimos” de acordo com o presidente da autarquia, António Miguel Pina, para quem “o reforço dos meios de proteção e socorro de todos os que residem e vistam a Armona é fundamental”.

algarveprimeiro.com

FIRESHELTER52

GNR e Bombeiros Reforçam Serra de Cachopo

Uma Brigada de Combate a Incêndios Florestais Mista constituída por forças da GNR- GIPS e por Bombeiros Municipais foi pré~posicionada no destacamento dos Bombeiros Municipais em Cachopo, Serra de Tavira.


Uma força terrestre apoiada por um veiculo florestal de combate a incêndios e um auto-tanque dos Bombeiros Municipais de Tavira reforçada com duas equipas dos GIPS da GNR apoiados por dois veículos ligeiros de combate a incêndios são a força que está preparada ao minuto para responder a qualquer tipo de incêndio na serra de Tavira.

A esta força estão ainda em prontidão as habituais equipas de combate a incêndios do distrito e os meios aéreos na BHSP e CMA´s.

Cachopo conta ainda com uma força dos GIPS apoiada num meio aéreo, um helicóptero bombardeiro ligeiro de ataque inicial formatado para incêndios florestais e a respetiva brigada.

FIRESHELTER52

31/07/2018

Noites de 30 a 35 graus - Proteja-se

A massa de ar tropical desértica que afetará o território entre dia 1 e 6 de Agosto (pelo menos) é verdadeiramente IMPRESSIONANTE. 


Esperamos que o fluxo de leste/sudeste transporte ar com temperaturas superiores a 30-35ºC a cerca de 1km de altitude, o que potencialmente poderá levar a máximas de mais de 45ºC à superfície.

Ainda não temos garantias quanto aos valores máximos, já que alguns modelos colocam nebulosidade misturada com altas densidades de poeiras, cujo efeito poderá limitar o aquecimento diurno.

No entanto, é garantido que teremos noites muito quentes e abafadas, com temperaturas mínimas acima de 20ºC, em praticamente todo o território continental, sendo mesmo possível que áreas de mediania e meia encosta não desçam dos 30ºC durante a noite!

Em alguns desses dias, são mais que prováveis temperaturas da ordem dos 32-35°C, por volta da MEIA NOITE!!!

Os locais mais frescos serão alguns vales e mesmo junto à costa, no entanto nas regiões costeiras apesar dos valores serem menos altos, a humidade vai acentuar a sensação de calor.


FIRESHELTER52

30/07/2018

Peddy Paper pela cidade de Tavira

O Centro Humanítário de Tavira da Cruz Vermelha Portuguesa em colaboração com a Juventude da C.V.P. vai promover no perioda da manhã do próximo dia 7 de agosto, um Peddy Paper pela cidade de Tavira. 

Se tens entre os 7 e os 18 anos inscreve-te até dia 2 de agosto, por telefone (281323473) ou online https://goo.gl/forms/FfnUGNB3PJ2vDhXf2



Vem passar uma manhã bem divertida e não te esqueças de trazer fruta, água e colocar protetor sol, pois a temperatura vai aquecer! 

Cá te esperamos na porta do Centro Humanitário Tavira Cvp.

FIRESHELTER52

Operação da GNR causa mais de 2km de retenções na entrada por Ayamonte

Um controlo exaustivo da GNR portuguesa está a causar filas de mais de dois quilómetros e pelo menos 15 minutos de detenção apenas atravessando a ponte internacional de Ayamonte, que está a gerar protestos de centenas de cidadãos de Huelva que atravessam a fronteira naquele local. 


Da GNR, ainda não se tornou público se é um controlo de rotina ou se estão à procura de algo específico.

Para as retenções de hoje, devemos acrescentar os incidentes que nos últimos dias estão ocorrendo para as obras da ponte internacional e que às vezes também geram colapsos de modo que nas últimas semanas, os espanhóis que cruzam a fronteira até este ponto eles tiveram que sofrer retenções regularmente.

(traduzido do Google)

http://www.diariodehuelva.es/2018/07/30/la-guardinha-provoca-mas-dos-kilometros-retenciones-la-entrada-portugal-ayamonte/

FIRESHELTER52

Previsão da Massa de Calor


FIRESHELTER52

29/07/2018

Exército Patrulha Serra de Tavira

O Exército Português está a patrulhar espaços florestais e rurais da serra de Tavira



Durante o período crítico de incêndio florestal, o Exército vai estar nos espaços florestais e rurais da serra de Tavira, por forma a diminuir a probabilidade da ocorrência de incêndios, reforçando também a segurança das populações e dissuadindo comportamentos negligentes.

Os militares em grupos de 3 deslocam-se em viaturas blindadas ligeiras "Panhard m11" as mesmas usadas pelos militares portugueses na Guerra do Kosovo.

Com diversos percursos a sua presença dissuasora e vigilante será determinante para a garantia de segurança nas nossas matas e das nossas comunidades.

FIRESHELTER52