03/07/2015

Bombeiros Municipais respondem a Acidente na EN125

Os Bombeiros Municipais de Tavira responderam prontamente durante a tarde de hoje a um acidente de viação na EN125 na Rotunda Vela ao Vento em Tavira.

Quando a equipa de combate a incêndios dos Bombeiros Municipais regressava de um incêndio verificou que se encontrava caída na estrada uma pessoa ao lado de um motociclo acidentado.

A equipa de Bombeiros ocorreu ao local do acidente de imediato e ainda na ausência de socorro foi ativado o Sistema Integrado de Emergência Médica, autoridades e a concessionária da estrada nacional 125 para aquele local.
Foram prestados os socorros imediatos à vitima e a proteção da mesma, sendo que seguiu posteriormente para o Hospital de Faro numa ambulância de socorro.

Estiveram envolvidos na resposta a esta situação 9 Bombeiros Municipais apoiados por duas ambulâncias de socorro e um Veiculo de Combate a Incêndios, tal como a GNR.

FIRESHELTER52

Bombeiros Municipais contam com Desfibrilhador na Ilha de Tavira

A equipa de emergência dos Bombeiros Municipais em permanência na Ilha de Tavira passa a contar com um Desfibrilhador Automático Externo (DAE).

Este equipamento cedido pelo Instituto Nacional de Emergência Médica INEM foi entregue aos Bombeiros Municipais e está inserido no PNDAE onde será operacionalizado pelos Operacionais de DAE dos Bombeiros Municipais em serviço na Ilha.

Será um equipamento destinado aos utilizadores dos espaços defendidos e vigiados pelos operacionais em funções até ao final da época balnear, sendo que no Corpo de Bombeiros Municipais de Tavira dentro das suas ambulâncias de socorro ao serviço da população possuem ainda outros dois equipamentos idênticos.

Os desfibrilhadores em uso nas ambulâncias ao serviço nos Bombeiros Municipais já reverteram paragens cárdio respiratórias em alguns casos onde o choque esteve indicado, espectando-se que este equipamento localizado estrategicamente na Ilha venha também ele a ser uma mais valia para o atendimento dos casos de emergência médica pré-hospitalar que venham a ocorrer naquele local.

A equipa de Bombeiros Municipais, a embarcação de socorro, o seu veiculo de intervenção estão ao serviço dos veraneantes na Ilha de Tavira desde 1 de Julho até ao final da época balnear.

A sua área de atuação é vasta e estende-se por mais de uma dezena de quilómetros, desde a W da Praia do Barril até à barra de Tavira, sendo na vertente de ria, mata ou praia com mar.

Em caso de necessidade e com recurso a uma embarcação de socorro, os Bombeiros Municipais podem-se deslocar também a zona da ria e mar das Cabanas de Tavira ou mesmo mais para Este.

FIRESHELTER52

Bombeiros Municipais asseguram Emergência na Ilha de Tavira

Desde o dia 1 de Julho que a Ilha de Tavira dispões em permanência de uma equipa de bombeiros profissionais para a resposta imediata ao socorro naquele espaço.

Está em permanência 24 horas por dia todos os dias da semana sem excepção  uma equipa de Bombeiros Municipais para dar resposta a todas as situações de emergência Pré-hospitalar, Combate a Incêndios em meio natural ou instalações, transporte e evacuação por via marítima ou fluvial de sinistrados, e ainda a todas as outras acções de apoio aos veraneantes que utilizem a Ilha de Tavira.

Para o efeito dispõe de um veículo capaz de andar rapidamente sobre a areia, polivalente, de combate a incêndios com tecnologia de extinção CAF.

Na outra vertente de adaptação para resposta de emergência pré-hospitalar, capaz de transportar a equipa de emergência mais o material SBV/DAE e uma maca adaptável à estrutura com todo o material inerente à resposta de situação de trauma.





Possuem ainda um barco com material de socorro a náufragos, e equipamento de Emergência Pré-Hospitalar.



Existe ainda um posto de enfermagem em funcionamento na Ilha durante o dia.

FIRESHELTER52

Bombeiros Municipais respondem a Pequenos Incêndios nos Últimos Dias

Os Bombeiros Municipais de Tavira tem respondido pronta e eficazmente a pequenos incêndios nos últimos dois dias.

Atividade de emergência que embora não coloque em perigo pessoas ou bens tem dado que fazer às equipas de intervenção dos Bombeiros Municipais.

As ocorrências registaram-se um pouco por várias freguesias do concelho e algumas em apoio externo a outros corpos de Bombeiros.

Na passada quarta feira os Bombeiros Municipais responderam a um incêndio na zona do Livramento onde estava a arder uma árvore, logo de seguida tendo sido alertados para um outro pequeno incêndio em pasto na zona da Caiana e já de madrugada foram em apoio aos Bombeiros de Vila Real de Santo António a um outro incêndio na zona de Monte Gordo.

Na quinta feira os Bombeiros Municipais responderam prontamente a um incêndio em pasto na zona do Almargem.

Todas estas ocorrências foram acompanhadas do sistema de triangulação de resposta ao DECIF2015, algumas delas envolvendo o meio aéreo de ataque inicial com a respetiva brigada.

Nesta altura é importante relembrar que nos encontra-mos dentro do período critico com a possibilidade de ocorrências de incêndios florestais e dificil controlo pelos fatores associados á meteorologia e ao estado da vegetação, onde desde dia 1 de Julho é proibido fazer qualquer tipo de fogo dentro dos espaços rurais ou florestais, implicando como tal a PROIBIÇÃO ABSOLUTA DE EXECUÇÃO DE QUEIMAS E QUEIMADAS 

FIRESHELTER52

02/07/2015

Península Ibérica- onda de calor de longa duração

Segundo a Agência estatal de meteorologia espanhola, a partir de amanhã, sexta-feira, a Península Ibérica vai passar por uma onda de calor de longa duração.

A (AEMET) avança que que as temperaturas mais baixas que se têm registado nos últimos dias estão a acabar em virtude de uma vaga de calor que se prepara para percorrer ambos os países e durante alguns dias.

A Agência de metereologia espanhola fala de uma condição atmosférica "excecional, mais pela sua duração do que pelas temperaturas extremas.

Segundo o relatório da AEMET “o novo episódio de calor será sentido mais concretamente a partir de domingo, dia 05 de julho, e estender-se-á por boa parte da próxima semana. E as temperaturas atingidas superarão muito provavelmente os 40 graus Celsius”.

Pode ler-se ainda no documento que “também as temperaturas noturnas irão aumentar", mantendo-se geralmente "entre os 20 e os 24 graus”.

Por cá, o IPMA admite subida da temperatura, mas recusa "onda de calor".

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê uma subida gradual da temperatura a partir desta quinta-feira, que pode atingir os 39 graus no interior a partir de domingo, mas recusa falar em "onda de calor".

Segundo os técnicos da metereologia nacionais, a partir de domingo podem registar-se valores entre os 37 e os 39 graus no interior, especialmente no Alentejo, mas não se deve, para já, falar de uma onda de calor excecional.

A partir de quinta-feira da próxima semana, as temperaturas voltarão a descer, segundo as previsões.

Para Lisboa não estão previstas temperaturas acima dos 30 graus até dia 10, o Porto atinge o máximo de 27, na próxima quarta-feira e, em Faro, as temperaturas máximas rondarão sempre os 30 graus.

http://algarveprimeiro.com/

FIRESHELTER52

Bombeiros Municipais respondem a Acidentes

Os Bombeiros Municipais de Tavira responderam no passada Terça Feira a um acidente de viação que envolveu um motociclo e um ligeiro de passageiros.

Tratou-se de uma colisão que envolveu estes dois últimos meios de transporte na Estrada Nacional 398 perto do Nó de Olhão da A22 na zona do Pereiro.

Do acidente resultaram dois feridos ligeiros que foram assistidos no local pelas equipas de emergência sendo que um deles acabou por ser conduzido ao Hospital de Faro de ambulância.

A este acidente responderam os Bombeiros Municipais de Tavira e o INEM com uma ambulância SIV sediada em Tavira juntamente com uma patrulha da GNR.

Ao final da tarde do mesmo dia os Bombeiros Municipais de Tavira juntamente com a PSP de Tavira responderam a outro acidente de viação perto do Tavira Gran Plaza onde um despiste de um ciclomotor contra um muro fez um ferido.

A vitima foi assistida e transportada ao hospital de Faro, sendo que a circulação no local ficou temporariamente congestionada mas controlada pela PSP.

FIRESHELTER52


PSP celebra aniversário com exposição de meios no Fórum Algarve

A PSP assinala esta quinta feira o seu 148º aniversário e o Comando Distrital de Faro vai assinalar a data com uma exposição estática de meios no Fórum Algarve entre amanhã, sexta-feira, e domingo.

No Fórum vai ainda estar presente o Programa “Estou Aqui” e duas demonstrações do Grupo Operacional Cinotécnico da Unidade Especial de Policia no sábado e no domingo às 18H30.

Sul Informação

FIRESHELTER52

30/06/2015

Bombeiros respondem a Incêndio em Furnanzinhas

Hoje, dia 30 de Junho, pelas 10:05, os Bombeiros de Alcoutim, Vila Real de Santo António e Municipais de Tavira, foram acionados para um incêndio no sitio das Furnanzinhas, freguesia de Odeleite, concelho de Castro Marim. 

No local, contatou-se tratar de um foco de incêndio em mato, com duas frentes de pequena intensidade. 

Graças à prontidão dos meios e um combate musculado, foi possível dominar de forma breve o incêndio, passando à fase de rescaldo em pouco tempo, por volta 10:45.

Para o local foram acionados as Equipas de Combate a Incêndios dos Bombeiros de Vila Real de Santo António, Alcoutim e Municipais de Tavira (desmobilizado em transito para o TO), cada uma com um veículo de combate a incêndios (VFCI), 

Foi ainda acionado o Helicóptero Bombardeiro ligeiro de Ataque Inicial (Hotel 37) sediado no Centro de Meios Aéreos de Cachopo, com a respetiva brigada dos GIPS´s da GNR e uma patrulha do posto territorial de Guarda Nacional Republicana (GNR), num total 17 homens e 4 veículos.

FIRESHELTER52

Novo Sinal na Passagem de Nível Adverte Ciclistas

Uma boa iniciativa com vista a diminuir ou eliminar os acidente que ocorrem na passagem de nível da Porta Nova em Tavira

FIRESHELTER52

29/06/2015

Outro Grande Incêndio a Lavrar ás Portas do Algarve

Outro grande incêndio florestal lavra com muita intensidade às portas do Norte Algarvio.



A ativação dos meios foi feita para a zona de Santana da Serra e neste momento perto de 100 operacionais 30 veículos e 3 helicópteros estão a lutar contra as chamas.

Estrada IC1 cortada à circulação de Ourique para Sul

2 aviões e um helicóptero em trabalho

GRIF do Algarve Évora e  2 GRIF ´s Lisboa em trabalho

Pelo que parece no site da ANPC ainda em curso 
Serão feitas atualizações da situação...

Meteorologia para a zona:









FIRESHELTER52

28/06/2015

Mapa do local do Incêndio de Odemira

Zona próxima ao local onde se desenvolve o incêndio...

...Clique na imagem para aumentar...


A meteorologia para esta zona de incêndio é a seguinte para as próximas horas:




Se as condições do vento se mantiverem e o incêndio não ceder ao combate há probabilidades de vir a afetar a serra algarvia dentro em breve...

Acompanhando...

FIRESHELTER52

Incêndio no Sul do Alentejo Grandes Dimensões

Quase duas centenas de Operacionais estão envolvidos no combate a um dantesco incêndio florestal que lavra no sul do Alentejo na zona de Saboia Odemira.

Estão em combate dois aviões e outros tantos helicópteros.

O incêndio apresentava 3 frentes ativas há hora desta publicação.

Da região Algarvia estão em trânsito para este incêndio as Brigadas de Combate a Incêndios BCIN do Sotavento e Barlavento Algarvio.

Vamos atualizando as postagens...

Grupos de Reforço de Combate a Incêndios Florestais a caminho do local:

- Lisboa 01
-Lisboa 02
-Setúbal 01
-Faro 01


FIRESHELTER52

Foto de Grande Incêndio entre Alentejo e Algarve

Foto de Incêndio florestal que esta a lavrar na serra entre Alentejo e Algarve zona de Saboia.
Estão em combate perto de 100 Bombeiros apoiados por meia centena de meios e dois helicópteros

A foto foi tirada na zona de Monchique.

A coluna de fumo é visível desde Grândola, e a mais a sul Portimão e Lagoa.

Grupo de Reforço de Incêndios Florestais de Lisboa que se encontrava estacionário em São Marcos da Serra -Silves em prevenção já foi encaminhado para o local...


FIRESHELTER52

27/06/2015

Cachopo Já tem Helicóptero de Combate a Incêndios

Na sequência da previsão de agravamento das condições meteorológicas para a região do Algarve, implicando índices de risco de incêndio florestal em níveis elevados e muito elevados sendo expectável o agravamento das dificuldades de supressão foi tomada como medida de antecipação a imediata operacionalidade do meio aéreo de ataque inicial em Cachopo.

Este meio aéreo de ataque inicial estará sediado no Centro de Meios Aéreos de Cachopo concelho de Tavira.

Trata-se de um helicóptero bombardeiro ligeiro, denominado pela ANPC como "Hotel 37" e a sua missão é a deslocação imediata de uma equipa de combate ao local do incêndio.

O meio pode ser utilizado pelo comandante das operações de socorro para reconhecimento perimetral ao incêndio obtendo o piloto uma visão privilegiada da dinâmica direção e intensidade do incêndio ajudando o COS na escolha da melhor tática e estratégia de combate.

Pode ainda baixar a brigada de homens para efetuar trabalhos de supressão, e através de um balde aplicar água recolhida em barragens ou rios sobre as frentes de incêndio.

Um meio eficaz e essencial para o combate a incêndios florestais da região.

Opera a partir do CMA de Cachopo num raio de 360º até 40 km, servindo assim quase a totalidade do sotavento algarvio pela zona do mar até baixo alentejo.

A brigada que opera o meio aéreo é composta por militares da GNR GIPS´s que estão estabilizados na freguesia de Cachopo.

FIRESHELTER52

Bombeiros de Lisboa Posicionam-se no Algarve em Prevenção

Na sequência do Estado de Alerta Especial (EAE),desceu para o Algarve um Grupo de Reforço a Incêndios Florestais GRIF do distrito de Lisboa.

Este grupo vai com destino a Silves, distrito de Faro, onde ficarão até dia 29 de Junho de 2015.

Neste grupo estão incluídos os seguintes veículos de Corpos de Bombeiros do Distrito de Lisboa:

2 Veículos de Comando (Cascais e Póvoa de Santa Iria)
4 Veiculos Florestais de Combate a Incêndios (Alcabideche-Cascais-Castanheira do Ribatejo-Póvoa Stª Iria)
2 Auto Tanques ( Vila Franca de Xira e Carcavelos)
1 Ambulância Socorro (Paço de Arcos)

Dados coligidos in facebook

FIRESHELTER52

Bombeiros do Algarve Posicionados de Prevenção na Serra

As Brigadas de Combate a Incêndios BCIN do Sotavento e Barlavento Algarvio foram posicionadas de prevenção no interior da serra Algarvia.

Inseridas no DECIF estas duas Brigadas uma pertencente aos Bombeiros de Lagoa e outra aos Bombeiros Voluntários de Faro e são constituídas por 12 Bombeiros apoiados por dois veículos de combate e um auto tanque, cada corporação...

A BCIN Barlavento está estacionária em Alferce Serra de Monchique, a BCIN Sotavento está estacionária no Barranco do Velho, coração da serra algarvia a norte de Loulé / São Brás de Alportel.

FIRESHELTER52

14º Congresso Nacional de Bombeiros Profissionais

Arrancou hoje o 14ºCongresso Nacional de Bombeiros Profissionais, no Altis Park Hotel.Durante este fim-de-semana bombeiros profissionais do Continente e Ilhas da Madeira e dos Açores vão discutir os problemas da classe, sob o mote "Portugal Seguro depende dos Bombeiros Profissionais".

Esta é a primeira vez que bombeiros profissionais dos Açores participam desta congresso, já que foi recentemente criada a sede em Ponta Delgada.

A sessão de encerramento está marcada para amanhã, às 17h00, e será presidida pelo vereador da protecção civil da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Manuel Castro.

In ANBP facebook

FIRESHELTER52

Praias Algarve - Postos de Saúde 2015

Se precisar conheça os postos de saúde em serviço nas nossas praias no Algarve em 2015

Mas não se esqueça... EM CASO DE EMERGÊNCIA DEVE LIGAR 112


FIRESHELTER52

Bombeiros Municipais respondem a Acidente na EN125 Tavira

Os Bombeiros Municipais de Tavira responderam ao final da manhã de hoje a um acidente de viação na EN125 na zona da Porta Nova em Tavira.

Uma colisão frontal entre um ligeiro de mercadorias e um ligeiro de passageiros fez 4 feridos onde alguns deles ficaram encarcerados, sendo ainda, que a EN125 ficou interrompida ao trânsito durante as operações de socorro, tendo todo o trânsito sido desviado para uma via alternativa por dentro da cidade.

Responderam ao acidente uma dezena de Bombeiros Municipais de Tavira apoiados por uma Ambulância de Socorro um Veiculo de Salvamento e Desencarceramento e um Veiculo de Apoio.

Em reforço foram adicionados à resposta deste acidente ambulâncias de socorro dos Bombeiros de Vila Real de Santo António, São Brás de Alportel e uma ambulância INEM SIV sediada em Tavira.

As vitimas, foram assistidas no local da ocorrência e transportadas ao hospital de Faro pelas equipas das ambulâncias de socorro.

A intervenção teve em operações a PSP de Tavira, a concessionária da EN125 e uma empresa de Reboques.

Após o acidente a circulação foi restabelecida...

FIRESHELTER52

Resgatado do Mar Morre na Armona

Um homem foi ontem à tarde resgatado do mar pelos Nadadores Salvadores na Ilha da Armona.

De imediato foi despoletado o sistema de socorro que socorreram e iniciaram manobras de reanimação à vitima, onde consiste a incerteza embora socorrido na água que tenha sido um quadro de doença súbita.

Bombeiros Municipais de Olhão em serviço no Destacamento da Armona juntamente com o enfermeiro e equipa de nadadores salvadores iniciaram Suporte Básico de Vida tendo à posteriori sido apoiados pela equipa médica do Helicóptero do INEM que se deslocou à Ilha.

Infelizmente a vitima acabaria por falecer e o óbito declarado no local.

Estiveram envolvidos nesta operação os Bombeiros Municipais de Olhão com os operacionais do Destacamento da Ilha da Armona, equipa médica do INEM no Helicóptero sediado em Loulé, Nadadores Salvadores, Policia Marítima e a embarcação de socorro e salvamento Ria Solidária.

FIRESHELTER52

26/06/2015

Bombeiros de Olhão reforçam segurança até Setembro

O Município de Olhão, através do seu Corpo de Bombeiros, reforça o dispositivo de Protecção e Socorro Municipal durante os meses de Julho, Agosto e Setembro.

“Os soldados da paz, ao mesmo tempo, vão testar duas novas valências: uma Equipa de Apoio Logístico e a Brigada Pré-Hospitalar, aumentando desta forma a segurança a residentes e aos muitos visitantes que procuram o concelho”, anuncia a autarquia olhanense em nota de imprensa enviada à nossa redacção.

No decorrer da Fase Charlie, entre 1 de Julho e 30 de Setembro, a altura mais crítica para os incêndios florestais, “o Corpo de Bombeiros Municipais de Olhão irá dispor de uma Brigada especialmente vocacionada para o ataque aos incêndios florestais, constituída por dois veículos de combate e um veículo de apoio, num total de 12 homens 24 horas por dia durante os sete dias da semana, integrados no Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais (DECIF) da Autoridade Nacional de Protecção Civil”, refere.

Em Moncarapacho, ficará em pré-posicionamento “uma equipa com cinco bombeiros e um veículo de combate, com o objectivo de se conseguir uma maior eficiência no ataque inicial aos fogos nas freguesias mais distantes da sede do concelho”, explica a edilidade.

A equipa ficará instalada diariamente na freguesia e, conforme a gestão operacional diária, contará com o apoio da Casa do Povo e da Cruz Vermelha de Moncarapacho.

Destacamento da Ilha da Armona

Na Ilha da Armona estarão em permanência dois bombeiros no período diurno, de forma a garantir a protecção e socorro na referida ilha, em Julho e Agosto, e de acordo com a gestão operacional diária.

Neste sentido, e de forma a ser dada uma eficiente resposta na Emergência Pré-Hospitalar, o Corpo de Bombeiros será reforçado, com o apoio de um Desfibrilhador Automático Externo (DAE), cedido pelo INEM. Este equipamento será uma mais-valia num local com as vicissitudes inerentes ao facto de se estar numa ilha.

Nos próximos três meses, o Corpo de Bombeiros irá testar a operacionalidade da nova equipa logística que apoiará as operações de protecção e socorro no Município de Olhão, constituída por dois veículos de apoio e até cinco bombeiros. Este novo projecto visa proporcionar as condições necessárias à sustentação das operações de socorro, tendo capacidade para a alimentação de 50 operacionais, suprimindo desta forma uma carência verificada no passado, podendo no futuro ser alargada a outras valências, nomeadamente repouso e recuperação física e psicológica dos Bombeiros.

Brigada de Emergência Pré-Hospitalar

Nos meses de Julho, agosto e Setembro o Corpo de Bombeiros irá operacionalizar uma nova Brigada de Emergência Pré-Hospitalar com o objectivo de dar uma resposta ainda mas eficiente e com grande versatilidade, mobilidade e autonomia a acidentes graves ou catástrofes, nomeadamente com multivítimas, constituída por 12 bombeiros devidamente equipados e formados, três veículos e um reboque, podendo esta configuração ser aumentada conforme o cenário, com todo o equipamento necessário ao reforço dos teatros de operações nos momentos iniciais aos incidentes.

A equipa já efectuou o seu primeiro teste operacional no acidente verificado no dia 17 de Junho, na A22, envolvendo um pesado de passageiros, tendo sido integrada no grupo de reforço num total de 31 bombeiros e 12 veículos (7 ambulâncias e cinco viaturas de apoio).

Desta forma, a Câmara de Olhão, através do seu corpo de Bombeiros Municipais, “concretiza e reforça o necessário sentimento de segurança e proximidade das populações”, conclui.

in Postal do Algarve

FIRESHELTER52

Morre na Serra Algarvia à espera do INEM

Meios de emergência levaram, segundo a família, mais de uma hora a chegar ao local.

A família e os amigos de um motociclista, que morreu na sequência de um acidente, está revoltada pelo tempo que o homem esperou pelos meios de socorro.

Queixam-se que os meios de emergência demoraram uma hora e 40 minutos até chegar ao local.

Um atraso que pode ter custado uma vida, alegam os familiares de um motociclista de 53 anos que se despistou numa curva perto de São Brás de Alportel, no Algarve, por volta das 19:00 de quarta-feira.

Segundo a família, a vítima teve tempo de tirar o capacete e ficou consciente durante alguns minutos, mas os ferimentos que apresentava não aguentaram a espera e acabou por falecer no local.

Contactado pela TVI, o Instituto Nacional de Emergência Médica justifica o atraso dizendo que naquela altura os meios mais próximos encontravam-se todos ocupados.

Fonte: TVI 24
http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/algarve/acidente-inem-criticado-por-atraso-no-auxilio

FIRESHELTER52

Brincadeiras na Água CUIDADO com as Nossas Crianças

O calor e o bom tempo convidam a um mergulho e miúdos e graúdos mal podem esperar pela oportunidade! Qualquer lugar serve – desde que tenha água refrescante. Os lagos, lagoas, rios e ribeiras fazem a delícia das crianças mais velhas, enquanto as mais pequenas, brincam perto de piscinas, poços e tanques.

A água é um polo de grande atração em todas as idades e talvez por isso os afogamentos são a 2ª causa de morte acidental. Perto de água não facilite e tenha em conta o seguinte:
- Verifique - perto dos locais onde as crianças brincam e onde vão passar os seus tempos livres ou as férias - se existem piscinas, tanques ou poços. Estes devem estar devidamente protegidos com vedações ou tampas resistentes (no caso dos poços).

- Se utilizar piscinas insufláveis despeje-as logo após a sua utilização e vire-as para baixo. Se isto não for possível, por serem grandes demais, vede-as como as restantes. Uma criança pequena afoga-se em menos de um palmo de água.

- Nas brincadeiras na água ou perto de locais com água as crianças mais pequenas devem ter sempre uma supervisão próxima e ativa de um adulto. As que não sabem nadar bem devem usar braçadeiras.

- Os brinquedos flutuantes – como colchões ou boias – não devem ser deixados na piscina pois chamam a atenção das crianças. Para além disso, a sua utilização deve ser sempre supervisionada e não dispensa a utilização de braçadeiras. Não são equipamentos de proteção e podem mesmo ser perigosos pois facilmente se viram ou são arrastados pelo vento.


- Com as crianças mais velhas é importante estabelecer regras para as brincadeiras perto de água que, geralmente, já são longe dos pais (ex:avisar para onde vai nadar/brincar, não nadar sozinho, nadar em locais vigiados, nadar paralelamente à margem, não mergulhar em locais cuja profundidade desconhece, não fazer brincadeiras que possam atrapalhar os amigos).

- Nos parques aquáticos a família deve certificar-se de que existem nadadores salvadores e equipamento de salvamento. 

Devem ler com atenção todas as indicações dos tanques/piscinas, respeitar (sem exceção) os avisos e instruções de utilização e instalar-se próximo dos tanques que as crianças vão utilizar. 

Deve combinar com os mais velhos as regras de utilização das piscinas e do espaço: caminhar em vez de correr (para não escorregar), agarrar-se bem a subir as escadas, verificar que a saída do escorrega está livre antes de se lançar, não escorregar de cabeça para baixo. 

As crianças mais pequenas podem necessitar de utilizar um colete (as braçadeiras podem sair com a queda na água). Em qualquer dos casos é fácil a criança atrapalhar-se mesmo que saiba nadar, pois há muita atividade na água, e mistura de idades. Facilmente apanha água na cara ou fica com a cabeça submersa sem intenção.

- Quando anda de barco ou pratica desportos náuticos a criança, assim como, todos os adultos, deve usar um colete salva-vidas.
- Em qualquer brincadeira na água ou perto dela a criança deve utilizar protetor solar que deve ser colocado antes de sair de casa e reposto várias vezes ao dia. Prefira produtos resistentes à água. Para além disso a criança deve usar um chapéu de abas largas.
 
APSI - Associação para a Promoção da Segurança Infantil

FIRESHELTER52

25/06/2015

INEM “Mata” Homem que Estava Vivo

«Homem considerado ´cadáver` pelos técnicos do INEM. Delegado de saúde encontrou-o ainda com vida e apresentou queixa no Ministério Público.»

«Dois técnicos do INEM deram como morto um homem que afinal, estava vivo. A ambulância do INEM de Sacavém (Loures) foi chamada à Quinta do Mocho, na passada quarta-feira à noite, dia 17, por causa de um homem que não era visto há dias e que necessitaria de cuidados.»

«Quando os dois técnicos do INEM o encontraram, informaram o Centro de Orientação de Doentes Urgentes que estava morto. Uma vez que o homem já era cadáver não foi ativada a Viatura médica de Emergência e Reanimação, mas sim as autoridades.»

Coligido in BPS

Fonte: http://www.abola.pt/

FIRESHELTER52