21/04/2014

O Interior de uma Agulheta de Caudal Regulável

Um vídeo que mostra a construção de uma agulheta de caudal regulável usada no serviço de Bombeiros.

Chamo a atenção também para a curiosidade do preciosismo profissional necessário para a criação e manutenção destes equipamentos fundamentais ao uso dos bombeiros,

SÃO AUTENTICAS FERRAMENTAS DE PRECISÃO...

Uma nota a rever depois de ver este vídeo... em caso de avaria... devolva-as à fábrica, não as tente reparar...

FIRESHELTER52

Sismo - Sotavento Algarvio Treme 3.2 Richter

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera informa que no dia 21-04-2014 pelas 18:40 (hora local) foi registado nas estações da Rede Sísmica do Continente, um sismo de magnitude 3.2 (Richter) e cujo epicentro se localizou a cerca de 40 km a Sudeste de Olhão.

Até à elaboração deste comunicado não foi recebida nenhuma informação confirmando que este sismo tenha sido sentido.

Se a situação o justificar serão emitidos novos comunicados.

Sugere-se o acompanhamento da evolução da situação através da página do IPMA na Internet (www.ipma.pt) e a obtenção de eventuais recomendáveis junto da Autoridade Nacional de Proteção Civil (www.prociv.pt).

FIRESHELTER52

20/04/2014

Alerta para chuva e vento forte até terça-feira

Como já se tinha previsto nos últimos dias, o domingo de Páscoa vai ser afetado por aguaceiros e vento fraco em todo o território de Portugal continental e na ilha da Madeira.

Só no norte do País, apesar do céu muito nublado, não vai chover,em Bragança, Viana do Castelo, Braga, Vila Real, Porto, Viseu, Guarda e Coimbra.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil alerta a população para a precipitação forte e fenómenos extremos de vento que se podem registar em Lisboa, Setúbal, Évora, Beja e Faro.

O Porto vai contar com 17 graus e Porto e Faro com 18.

Os termómetros a assinalar as temperaturas mais baixas vão estar na Guarda, com 12 graus, seguindo-se Portalegre com 14 graus e Santa Cruz, nos Açores, com 15 graus.

SÓ A MADEIRA ESCAPA À CHUVA NA SEGUNDA-FEIRA

Na segunda-feira vai chover em quase todo o País.

Apenas no arquipélago da Madeira não vai chover, apesar do céu estar muito nublado. Para o distrito do Porto esperam-se 16 graus de temperatura máxima e 19 para Lisboa e Faro.

A Guarda voltará a ser o distrito mais frio do País, com 13 graus, seguindo-se Vila Real com 15 graus e Viana do Castelo, Braga, Porto, Viseu, Portalegre e Santa Cruz, nos Açores, com 16 graus. Na Madeira, segundo as previsões do IPMA, os termómetros vão assinalar 21 graus.

CM

FIRESHELTER52

18/04/2014

Bombeiros Municipais respondem a Incêndio Urbano

Os Bombeiros Municipais de Tavira responderam durante a tarde de hoje, Sexta-feira Santa, a um incêndio numa habitação em Santa Luzia.

Quando lá chegaram os Bombeiros depararam-se com um incêndio já em grande evolução mas a pronta e rápida intervenção dos operacionais foi determinante para o sucesso no combate.

Do incêndio não resultou vítimas a registar.

No local estiveram 7 Bombeiros Municipais apoiados por um Veiculo Urbano de Combate a Incêndios e um Autotanque.

FIRESHELTER52

17/04/2014

1993 Proteção contra Incêndios nas Unidades industriais


Deixo-vos aqui hoje, uma referência interessante, elaborado pelo Comandante lúcio Lemos dos Bombeiros Privativos da Portucel/ Caia em 1993.

Um livro editado pela Liga dos Bombeiros Portugueses em 1993 com uma tiragem de 1000 exemplares.

Um destes exemplares está exposto para consulta na Biblioteca dos Bombeiros Municipais de Tavira.

De relevante interesse, não só pelo seu conteúdo temático à causa do combate a incêndios estruturais, mas também pelo empenho e dedicação demonstrado pelo CMDT-QH Lúcio Lemos na constante aposta sobre “prevenção”…

Carecendo de revisão técnica, devido a alterações legislativas desde então, o livro encontra-se recheado de informação de sensibilização preventiva.

Um tesouro de informação a preservar…

FIRESHELTER52

Especialista aconselha limpeza do mato em torno das casas


Em tempo de seca, o especialista em fogos florestais, Domingos xavier Viegas, aconselha as pessoas a limpar o mato em redor das casas para evitar o risco de incêndios.

Com a seca extrema a ganhar terreno, o verão e os fogos podem ser, este ano, uma ligação explosiva.

Domingos Xavier Viegas, um dos maiores especialistas portugueses em incêndios e líder do Laboratório da Universidade de Coimbra que estuda o comportamento dos fogos, afirmou não ter memória de um período de seca como o que se vive atualmente em Portugal.

Por isso, o responsável disse recear que o verão possa ser o pior dos últimos dez a doze anos.

O especialista em fogos florestais confessou preocupação com a situação de seca, mas mostrou a esperança de que ainda chova antes do verão.

No entanto, caso não chova, Xavier Viegas faz algumas recomendações para diminuir os riscos de incêndios florestais. Entre elas está a necessidade de limpar o mato em volta das casas, bem como evitar o fogo

:COMO PROTEGER A SUA CASA DE INCÊNDIOS FLORESTAIS:

1. Conserve uma faixa pavimentada em redor da habitação (de 1 a 2 metros).

2. Mantenha as árvores em redor da habitação desramadas 4 metros acima do solo (ou 50% da altura total da árvore se esta tiver menos de 8 metros) e providencie para que as copas se encontrem distantes umas das outras pelo menos 4 metros.

3. Certifique-se de que as árvores e arbustos se encontram, pelo menos, 5 metros afastados da edificação e que os ramos nunca se projectam sobre a cobertura.

4. Conserve o terreno limpo num raio de 50 metros em redor da habitação [por exemplo, para proteger os seus bens e criar uma área de segurança para a actuação dos bombeiros], segundo as orientações do anexo ao Decreto-Lei n.º 124/2006.

5. Mantenha os sobrantes de exploração agrícola ou florestal (estrumeiras, mato para cama de animais, etc) fora da faixa de 50 metros em redor da habitação.

6. Mantenha as botijas de gás e outras substâncias inflamáveis ou explosivas longe da habitação [a mais de 50 metros] ou em compartimentos isolados.

7. Guarde as pilhas de lenha afastadas da habitação [a mais de 50 metros] ou em compartimento isolado.

8. Mantenha uma faixa de 10 metros limpa de matos de cada lado do caminho de acesso à sua habitação.

9. Mantenha a cobertura e as caleiras da habitação completamente limpas de carumas, folhas ou ramos, que podem facilitar o surgimento de focos de incêndio.

10. Coloque uma rede de retenção de faúlhas nas chaminés da habitação e não deixe frestas abertas por onde possam entrar faúlhas para o seu interior.



SIGA ESTAS REGRAS DE SEGURANÇA - EM CASO DE INCÊNDIO LIGUE 112

FIRESHELTER52

SISTEMA DE GESTÂO DE OPERAÇÕES EM INCENDIOS FLORESTAIS

Durante o mês de Abril, tem estado a ser realizado o "Treino Operacional de Sistema de Gestão de Operações em Incêndios Florestais - Nível 1", em vários pontos região do Algarve.

Este treino é ministrado ANPC, através do Agrupamento de Comandos Distritais do Algarve e em parceria com ENB, e destina-se a todos os elementos que poderão efetuar a função de chefe de equipa de combate a incêndios florestais (ECIN), no âmbito do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais (DECIF), dos Corpos de Bombeiros, GIPS da Guarda Nacional Republicana, ou outros agentes de proteção civil (APC).

Este é composto por duas partes, uma teórica, ministrada por formadores dos próprios CB, ou APC e uma segunda componente prática, que consistia em exercícios de comando, ao nível do nível 1 do Sistema de Gestão de Operações (SGO), no terreno.

in Facebook Bombeiros de Vila Real de Santo António

FIRESHELTER52

16/04/2014

ANPC autorizada a Gastar 5.700.000 euros em EPI para Bombeiros

Atendendo a que os corpos de bombeiros carecem de equipamento operacional que garanta o cabal desempenho da sua atividade e que se verifica a necessidade de proceder ao reequipamento da totalidade dos bombeiros portugueses no ativo, a presente resolução autoriza a realização da despesa com a aquisição de equipamentos de proteção individual para o combate a incêndios em espaços naturais com maior segurança e eficiência.

Assim:

Nos termos da alínea e) do n.º 1 do artigo 17.º do Decreto-Lei n.º 197/99, de 8 de junho, da alínea b) do n.º 1 do artigo 20.º, e dos artigos 130.º e 131.º do Código dos Contratos Públicos, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 18/2008, de 29 de janeiro, e da alínea g) do artigo 199.º da Constituição, o Conselho de Ministros resolve:

1 — Autorizar a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) a realizar a despesa, no montante de
5 700 000,00 EUR, ao qual acresce IVA à taxa legal em vigor, relativa à aquisição de equipamentos de proteção
Individual para o combate a incêndios em espaços naturais, com recurso ao procedimento pré-contratual de concurso público, com publicação de anúncio no Jornal Oficial da União Europeia
.

Presidência do Conselho de Ministros, 3 de abril de 2014. —

O Primeiro-Ministro, Pedro Passos Coelho.

Resolução do Conselho de Ministros n.º 31/2014
Diário da República, 1.ª série — N.º 75 — 16 de abril de 2014


FIRESHELTER52

13/04/2014

Sabe mais sobre "déjà vu"

É viver algo e, ao mesmo tempo, ter a sensação de que isso já aconteceu antes.

O fenômeno ainda não foi totalmente esclarecido, mas sabe-se que ocorre devido a uma troca de informações errônea no cérebro.

A expressão déjà vu significa "já visto" em francês e surgiu no século 18, criada pelo parapsicólogo Émile Boirac.

Ele acreditava que o déjà vu era um flashback de outras reencarnações.

O fenômeno já era estudado na Grécia antiga e, com o tempo, foi ganhando outras explicações. Para a parapsicologia, o déjà vu pode ser uma forma de premonição.

Já os espíritas acreditam que pode estar relacionado a uma experiência do espírito, capaz de sair do corpo durante o sono.

Cientistas ainda tentam descobrir os motivos, mas têm uma certeza: a origem não tem nada de paranormal e é 100% biológica.

Já vi isso antes...

Falta de sincronia no cérebro cria a falsa impressão de repetição


Até Freud quis explicar o déjà vu: para ele, o fenômeno tinha a ver com fantasias do passado ou desejos inconscientes

FONTE Livro The Déjà Vu Experience, de Alan S. Brown

FIRESHELTER52

1957 – Um Recorte Jornalístico dos Bombeiros Municipais

Posto aqui hoje, algumas fotografias de um jornal local que datam de Agosto de 1957.

Dois factos importantes que se denotam nesta postagem, os 57 anos que separam a atualidade da fonte editorial, e o renascimento de uma corporação de bombeiros apagada da história e dos costumes das gentes da sua cidade.

Segundo o editor, Manuel Virgínio Pires, sendo o diretor Isidoro Manuel Pires, esta festa no seio da família dos Bombeiros Municipais teve como mote um renascimento organizacional e estrutural da corporação que à meio século atrás se encontrava afastada dos propósitos para qual tinha sido criada...

O jornal, está em minha posse, bem conservado e resguardado, sendo uma prova viva, que os meios de comunicação são um dos motores que não deixam cair no tempo o esquecimento e o valor das organizações...




FIRESHELTER52

Bombeiros Profissionais Discutem em Congresso Falta de Efectivos em Todo o País

O financiamento às câmaras é igualmente outro assunto na agenda do último dia do congresso

A falta de bombeiros profissionais nas principais cidades portuguesas e capitais de distrito é dos principais temas em foco no 13.º Congresso da Associação Nacional de Bombeiros Profissionais (ANBP), que hoje começou em Faro, disse o presidente, Fernando Curto.

O dirigente associativo participou hoje na abertura do Congresso e, no final da sessão, disse à agência Lusa que este é um dos temas mais urgentes, porque “estão em falta cerca de 5.000 bombeiros profissionais em todo o país”.

Esta situação, segundo Fernando Curto, é provocada pela impossibilidade de a Associação e as câmaras, que têm bombeiros municipais, contratarem novos profissionais para substituir aqueles que saíram das corporações, “por aposentação ou por vontade própria, pedindo licenças sem vencimento ou rescindindo os contratos para emigrarem e irem para o estrangeiro”, à procura de melhores condições de vida.

“Temos alguns pontos que têm a ver com a questão da falta de bombeiros profissionais em todo o país, que é imposta pelo Governo ao limitar a entrada de novos funcionários públicos, e estamos aflitos em relação a isso, e as câmaras também, porque estão a sentir dificuldades para fazer essa articulação”, afirmou.

Esta falta de bombeiros profissionais é sentida “pelos regimentos de sapadores bombeiros das grandes cidades, como Lisboa, Porto, Braga, Coimbra, Setúbal e Vila Nova de Gaia, mas também pelos bombeiros municipais de todas as capitais de distrito, desde Bragança a Faro”, acrescentou.

Por isso, este será um dos principais temas em foco no domingo, com a apresentação de moções ao Congresso, para votação.

No domingo, segundo e último dia do congresso, o ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, vai participar na sessão de encerramento.

Outro dos assuntos em discussão, vai ser um projeto de lei que “foi elaborado com o Ministério da Administração Interna [MAI], sobre a fusão das carreiras dos sapadores e dos municipais”, e que será analisado, no final do mês, numa reunião entre a secretaria de Estado da Administração Local, a ANBP e a Associação Nacional de Municípios Portugueses, que “tem que se pronunciar sobre a matéria como representante das câmaras municipais”, adiantou o presidente da ANBP.

Há também a “situação dos seguros dos bombeiros e da assistência hospitalar”, que a associação quer ver melhorada através do reconhecimento da atividade como profissão de risco, “permitindo obter mais vantagens em termos de seguros”.

O financiamento às câmaras é igualmente outro assunto na agenda do último dia do congresso. Fernando Curto considerou que as autarquias devem ter “dotações orçamentais específicas do Governo” para esta área.

Os trabalhos do congresso têm início, no domingo, às 09:30, devendo a votação das moções começar às 10:00. A sessão de encerramento, presidida pelo ministro Miguel Macedo, está marcada para as 17:30.

Fonte: ionline // BPS

FIRESHELTER52

12/04/2014

Médico atribui morte a negligência de operadora do INEM

Clínico considera que morte do maestro Fernando Correia Martins se deveu à ação negligente da operadora do serviço de emergência médica.

O médico de clínica geral, Álvaro Antunes, garantiu ontem em tribunal que a clínica do Helena Andrade, acusada de homicídio negligente, a par de dois operadores do INEM, não foi responsável pela morte do maestro Fernando Correia Martins, em 2009.

Segundo a testemunha de defesa, cabia à operadora Carla Cunha, que não está a ser julgada neste processo, transmitir à médica todos os sintomas da vítima, o que não acontece, a fim de esta decidir a possível ativação dos meios.

“O médico não pode ficar à espera que a operadora escreva uma nova triagem. Se é referida uma dor, é necessário que se esclareça a sua origem, tentar caracterizá-la o melhor possível. A triagem pode ter até algumas falhas mas o raciocínio da operadora em não alterar a importância da chamada é que está errado”, garantiu Álvaro Antunes.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/noticia.aspx?contentID=F638B3F2-A235-4688-BD45-5D2BFF6FFB65&channelID=00000021-0000-0000-0000-000000000021

11 de Abril 2014 Por:Joana Nogueira

FIRESHELTER52

Tavira: apreensão de estupefacientes em Autocarro

A GNR de Tavira apreendeu no dia 10 de abril, 435,5 doses de haxixe no decorrer de uma fiscalização rodoviária.

Os militares controlaram e fiscalizaram 12 autocarros e três viaturas ligeiras com adeptos de futebol que tinham como destino a cidade de Sevilha.

Foram detetadas 435,5 doses de haxixe no interior dos autocarros, não tendo porém sido possível identificar os proprietários.

Foi ainda apreendido um petardo, duas bengalas e duas borboletas (objeto com pólvora para deflagrar).

Ademar Dias in Algarve Noticias(http://www.algarvenoticias.com/noticias/artigo.php?op=a87ff679a2f3e71d9181a67b7542122c&id=6b5d0830f5e349e537c9c4d427f2614f)

FIRESHELTER52

11/04/2014

O Triângulo da Vida Teoria desenvolvida por Doug Copp, especialista em sobrevivência


Ouvimos e foi divulgado desde sempre, que em caso de desabamento devemos-nos abrigar debaixo de um local sólido como uma mesa ou uma ombreira de uma porta.

Esta nova teoria, desenvolvida por Doug Copp, um especialista em sobrevivência em tremores de terra refuta esta ideia classificando-a até como muito perigosa.

Como tal Doug desenvolveu uma teoria em que se baseia no Triângulo da Vida...

O que é ”O Triângulo de Vida”?

Quando um edifício desaba, o peso do teto cai sobre os objetos ou móveis esmagando-os sob o peso dos escombros, mas, ao lado desses objetos ou móveis, fica um espaço vazio. Esse é o espaço que se chama de “O Triângulo de Vida”.

Quanto maior o objeto, quanto mais pesado e forte, menos ele se compactará. Quanto menos o objeto se compacte pelo peso, maior será o espaço vazio ou “buraco” ao lado do mesmo; portanto, maior será a possibilidade de que a pessoa que esteja usando esse espaço vazio não sofra ferimentos sérios.

Quando você assistir a um filme com um edifício desabando, conte os “triângulos” (ou seja: espaços vazios), que se formam. Estão em todas as partes do edifício!



1- Quanto menos o objeto se compacte, maior será o espaço vazio junto ao mesmo - Tais espaços vazios (ou espaços vitais) criam cápsulas de sobrevivência;

2 – O ideal é se colocar em posição fetal - Na verdade, este é um instinto natural de sobrevivência. Qualquer pessoa pode sobreviver em um espaço pequeno, como perto de um sofá ou próximo de qualquer objeto grande, que será atingido, mas sempre deixará um espaço vazio em ambos os lados do mesmo.

3 – O Triângulo da Vida (Teoria desenvolvida por Doug Copp, especialista em sobrevivência) – Basicamente, tal teoria relata que as vítimas de desabamentos devem se posicionar junto aos móveis, nunca embaixo deles. Isto porque, quando caem os edifícios, normalmente resta um vazio triangular junto a eles, que não são afetados, conforme ilustra a imagem abaixo:



FIRESHELTER52

10/04/2014

CBM Tavira & Exército RI1 Tavira Cerimónia de Entrega de Certificados

Decorreu durante a tarde de hoje no quartel Militar do Regimento de Infantaria Nº1 em Tavira a cerimónia de entrega de certificados da formação do curso Técnicas de Socorrismo que alguns militares frequentaram no Corpo de Bombeiros Municipais de Tavira.

A cerimónia decorreu em parada militar, tendo os militares participantes na ação recebido os respetivos certificados pelas mãos do Senhor Comandante do RI1 Coronel Iglésias, Comandante do Corpo de Bombeiros Municipais de Tavira Miguel Silva, e pelos Formadores da ação os Bombeiros José Nascimento e João Horta.

No final da cerimónia as forças procederam a um desfile militar.

Estas ações de Técnicas de Socorrismo 50 horas, foram desenvolvidas pelos formadores dos Bombeiros Municipais de Tavira em parceria com a Empresa 4EMES com o propósito de fazer chegar o conhecimento na área de socorrismo às forças de segurança proteção e socorro do concelho de Tavira.

Em 2013 foram formados e devidamente certificados 30 operacionais de diversas forças que englobaram, Exército, PSP, GNR, SEF, Policia Marítima, Marinha e pessoal das embarcações Salva-Vidas do ISN.

O projeto continua em andamento para o ano de 2014.

FIRESHELTER52

Cientistas franceses descobrem proteção para terramotos

Um grupo de cientistas franceses pensa ter encontrado uma forma de proteger as cidades dos terramotos. Na sequência do seu trabalho, descobriram que a luz pode ser manipulada de forma a tornar os objetos "invisíveis".

Brûlé, Javelaud, Enoch e Guenneau desenvolveram um trabalho que mostra que a luz, ao atingir determinadas frequências, pode formar um escudo invisível à volta de certos objetos. Os resultados do estudo foram adaptados para poderem proteger cidades de sismos.O estudo foi publicado no jornal "Physical Review Letters".

Ao colocar no solo um conjunto sintonizado de buracos, com cinco metros de profundidade, à volta de uma cidade, estes poderiam ressoar vibrações idênticas àquelas emitidas pelos terramotos.

Na experiência, os cientistas utilizaram sensores sismográficos para verem como é que a força das ondas se propagava quando entrasse em contacto com o "escudo". As ondas acústicas plantadas no solo desviaram-se dos buracos, propagando-se em volta da área escolhida.

Com estes resultados, os cientistas esperam agora que esta descoberta possa ser usada para proteger cidades inteiras, desviando as forças magnéticas dos terramotos para lugares onde não provoquem tantos estragos.

in JN

FIRESHELTER52

09/04/2014

Salva-Vidas Resgata 3 Tripulantes de Embarcação que Naufragou na Culatra

O Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa (MRCC Lisboa), em articulação com a Capitania do Porto de Olhão, coordenaram durante a madrugada de ontem uma acção de salvamento de três tripulantes, de nacionalidade espanhola, que se encontravam a bordo da embarcação de pesca de bandeira portuguesa “Raio de Luz” e que encalhou em frente à praia do farol, na Ilha da Culatra.

O pedido de socorro foi recebido via VHF pelas 03h20 horas locais e de imediato o Capitão do porto de Olhão mobilizou a lancha da polícia marítima de Olhão “Tornado” e a embarcação salva-vidas do Instituto de Socorros a Náufragos SR-37 que recolheu os três tripulantes da embarcação de pesca às 04h05, horas locais.

Na operação de resgate estiveram empenhadas uma embarcação salva-vidas, uma lancha da polícia marítima de Olhão e uma ambulância do INEM, tendo todos os indivíduos sido salvos sem necessidade de assistência médica, encontrando-se actualmente na Capitania do Porto de Olhão a prestar declarações.

FIRESHELTER52

Primeiro incêndio do ano consome 2 hectares em Monchique

O primeiro incêndio do ano na Serra de Monchique, entretanto dominado e já em fase de rescaldo, consumiu cerca de dois hectares de mato e eucalipto, no no sítio do Tojal.

Dada a pronta resposta dos Bombeiros, apesar da proximidade com habitações, não se registou ameaça direta, revela Rui André, presidente da Câmara de Monchique, na sua página no Facebook.

Segundo a informação do site da Autoridade Nacional de Proteção Civil, o concelho de Monchique volta a ser hoje o único em todo o país sob risco máximo de incêndio.

Uma previsão que se cumpriu, apesar do tempo hoje estar nublado, mais fresco e em alguns pontos do Algarve até já ter chovido.

sulinformacao.pt

FIRESHELTER52

Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Tavira

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Tavira (CPCJ) colabora, durante este mês de abril, com a iniciativa lançada pela sua Comissão Nacional no sentido de prevenir os maus tratos na infância e juventude.

A campanha pretende consciencializar a comunidade para a importância desta problemática, alertar a família para o exercício de uma parentalidade positiva, assim como promover os direitos das crianças e dos jovens.

Neste sentido, a CPCJ de Tavira irá distribuir simbolicamente pulseiras azuis acompanhadas por um folheto explicativo acerca da campanha Laço Azul (Bule Ribbon).

Esta ação iniciou-se, em 1989, na Virgínia (EUA), quando uma avó, Bonnie W. Finney, amarrou uma fita azul à antena do seu carro “para fazer com que as pessoas se questionassem”.

Os seus netos tinham sido vítimas de violência e ela queria que todos pensassem e ajudassem crianças.

Optou por esta cor, visto estar associada às nódoas negras na pele.

Coligido in Facebook

FIRESHELTER52

05/04/2014

Recertificação Curso de Formadores de Combate a Incêndios Urbanos Industriais ENB

Decorreu de 31 de Março a 4 de Abril a 3º Recertificação do Curso de Formação de Formadores de Combate a Incêndios Urbanos e Industriais da Escola Nacional de Bombeiros.

A recertificação decorreu no Polo da ENB em São João da Madeira e contou com um leque de 13 formandos da área de CIUI vindos de todas as partes do país.

Foram apresentados novos “saberes”, postos em práticas novas estratégias desenvolvidas inovadoras táticas que irão de encontro ao desenvolvimento formativo para esta área de formação.

Os formadores tiveram ainda sujeitos a processos de avaliação criteriosos em diversas áreas técnicas e pedagógicas.

O processo formativo irá continuar a fim de se tornar possível adaptar o conhecimento adquirido uniformizando os processos de ensino a nível nacional.




FIRESHELTER52

31/03/2014

Mais um Registo de Tromba de Agua no Algarve

Hoje à tarde, em Vale do Lobo, parece que ocorreu uma tromba de água (tornado sobre o mar).
As condições estavam propícias a este tipo de eventos, com células convectivas com grande desenvolvimento, a nascerem no mar.
1.ª Foto de Karin Hoffman e partilhada por Filipa Ferreira com o Meteofontes, a 2.ª foto autor não identificado. parece ser a mesma situação.

FIRESHELTER52

II Jornadas Internacionais de Matérias Perigosas - Bombeiros da Feira 2014

FIRESHELTER52

30/03/2014

Algarve com meio de Emergência Médica destinado a idade Pediátrica

Uma nova Ambulância de Transporte Inter-Hospitalar Pediátrico (TIP) entra em atividade no país, mais concretamente na região algarvia, a partir das 08 horas de dia 31 de março.

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e o Centro Hospitalar do Algarve (CHA) concretizam assim esforços para reforçar o apoio inter-hospitalar pediátrico na região do Algarve.

A entrada em funcionamento desta nova ambulância de TIP tem como objetivo reforçar a capacidade de resposta na área do doente crítico pediátrico e neonatal. Esta ambulância tem como objetivo o transporte de recém-nascidos e doentes pediátricos em estado crítico entre Unidades de Saúde.

A nova ambulância TIP do INEM vai funcionar com equipas médicas do CHA, sendo o seu acionamento efetuado pelos Médicos das Unidades Hospitalares que necessitem deste serviço ou pelo Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) do INEM. Trata-se de um meio altamente diferenciado, com capacidade de prestação de cuidados na área do Suporte Avançado de Vida.

Existem atualmente três ambulâncias TIP, uma sediada em Lisboa, em Coimbra e no Porto. A partir do próximo dia 31 de março este serviço terá também um meio específico sedeado na região do Algarve, mais concretamente em Faro.

No ano de 2013 as ambulâncias do TIP foram acionadas 1.289 vezes. A ambulância com o maior número de acionamentos em 2013 foi a TIP de Lisboa com 587 acionamentos, seguindo-se a do Porto com 507 acionamentos e a de Coimbra com 195 missões.

As TIP estão equipadas com todo o material necessário à estabilização de doentes críticos dos 0 aos 18 anos de idade, permitindo o seu transporte para hospitais onde existam unidades diferenciadas com capacidade para o seu tratamento. As ambulâncias que asseguram este serviço dispõem de uma tripulação constituída por um Médico, um Enfermeiro e um Técnico de Ambulância de Emergência.

O Médico e o Enfermeiro pertencem às unidades de saúde a que estas ambulâncias estão afetas, enquanto que o Técnico de Ambulância de Emergência do INEM tem a responsabilidade de garantir a operacionalidade da viatura e do respetivo equipamento. O serviço tem uma cobertura nacional, 24 horas por dia, todos os dias do ano.

O TIP é um dos serviços mais antigos a vigorar no INEM, funcionando desde 1987, então com o nome de Subsistema de Transporte de Recém-Nascidos de Alto Risco. Com este serviço o INEM veio colmatar a necessidade da existência de um transporte inter-hospitalar para doentes críticos neonatais e pediátricos.

FIRESHELTER52

28/03/2014

Bombeiros Municipais Respondem a Incêndio Urbano na Luz de Tavira

Os Bombeiros Municipais de Tavira responderam durante a madrugada de hoje a um incêndio urbano na freguesia da Luz de Tavira.

Felizmente, foram registados danos materiais num anexo superior da habitação afetada pelo incêndio, tendo sido salvaguardado todas as vidas humanas, registando-se apenas a morte de alguns animais que lá se encontravam.

Ao incêndio responderam mais de uma dezena de Bombeiros Municipais apoiados por um Veiculo Ligeiro de Combate a Incêndios, Um Veiculo Urbano de Combate a Incêndios, Um Autotanque e ainda uma ambUlância INEM-SBV, todos estes meios sediados no CBM Tavira.

FIRESHELTER52

Treino Técnico de Operações de Fase Inicial de Incêndios Florestais

Decorreu hoje no Corpo de Bombeiros Municipais de Tavira uma sessão de esclarecimento informação sobre a atividade de gestão inicial de um teatro de operações em contexto florestal.

Inserida no Sistema de Gestão de Operações (SGO), nível inicial, foram transmitidas aos presentes diretrizes operacionais que visam prepara-los para um melhor e mais efetivo desempenho nas missões do Dispositivo de Combate a Incêndios Florestais deste verão.

Uma visão de planeamento, estratégia, sentido crítico e de trabalho por antecipação foram alguns conceitos transmitidos pelo Formador, 2º Comandante dos Bombeiros de Albufeira.

A interação com as diversas entidades do DECIF, redes de comunicação onde se insere o SIRESP e a interligação com os meios aéreos de ataque inicial foram alguns temas abordados durante a sessão de hoje.

Como não podia deixar de referir, a segurança dos operacionais, a visão estratégica da gestão das equipas visando as mais diversas observações de segurança, desde a preparação física e psíquica do operacional, o conhecimento e os equipamentos de proteção individual fizeram também parte da palestra que decorreu de uma forma muito dinâmica e participativa.

FIRESHELTER52