31/10/2012

Dois antigos navios da Marinha afundados ao largo de Portimão

Dois dos quatro navios da Marinha de Guerra Portuguesa que integram o parque subaquático para mergulho no Algarve, Ocean Revival, foram afundados ontem ao largo de Portimão, operação que os promotores consideraram como "um êxito".

"Os navios ficaram na posição que estava programada, ou seja, direitos e a cerca de 30 metros de profundidade", sublinhou Luís Sá Couto, promotor do projeto Ocean Revival.

Os dois navios que durante cerca de 40 anos serviram a Armada Portuguesa ficaram hoje "sepultados" no mar a três milhas a sudoeste de Portimão (uma milha náutica equivale a 1.852 metros) e a cerca de 1,5 milhas da praia de Alvor, em Portimão, no parque subaquático, cujo investimento está estimado em cerca de três milhões de euros.

Às 11:38, quatro explosões controladas por técnicos canadianos especializados neste tipo de operações e acompanhadas pela Marinha Portuguesa, provocaram rombos no casco da corveta Oliveira e Carmo, provocando o seu afundamento em pouco mais de dois minutos.

Mergulhadores da Marinha confirmaram alguns minutos depois a estabilidade e a posição do navio, e o sucesso da operação.

O afundamento do navio-patrulha Zambeze foi também provocado por quatro explosões (duas na popa e duas na proa) e verificou-se às 16:04, demorando cerca de dois minutos e meio para ficar assente no fundo do oceano.

De acordo com o promotor do projeto Ocean Revival, Luís Sá Couto, a operação "foi um êxito, porque decorreu tudo como estava previsto, com os navios assentes direitos no fundo do mar".

A operação de afundamento dos dois navios foi coordenada pela Marinha Portuguesa que estabeleceu um perímetro de segurança de meia milha náutica (cerca de 900 metros), ficando o local sinalizado para a navegação com boias amarelas.

O afundamento dos navios foi acompanhado por vários militares da Armada, entre os quais o último comandante da corveta Oliveira e Carmo.
Para Gomes de Sousa, o afundamento "origina é um misto de alegria e tristeza: afundado a sua história fica preservada, já que a alternativa seria o desmantelamento".

Por seu turno, o representante do Chefe do Estado da Armada, o contra-almirante Nunes Teixeira considerou "uma iniciativa importante, porque mantém viva parte da história da Marinha Portuguesa".

"São navios que marcaram uma época e que podem ser apreciados, numa iniciativa inédita em Portugal", destacou aquele responsável.


Algarve Primeiro/Lusa

FIRESHELTER52

Termina a fase Delta de combate aos fogos

A fase Delta de combate a incêndios florestais termina esta quarta-feira, pelo que os meios operacionais vão ser reduzidos na sexta-feira, sendo apenas reforçados em caso de necessidade, segundo a Diretiva Operacional Nacional.

Mais de cinco mil operacionais e mil veículos estiveram operacionais na fase Delta, que decorreu entre 1 e 31 de outubro, além dos nove helicópteros da Empresa de Meio Aéreos (EMA).

De acordo com a Diretiva Operacional Nacional (DON), nos primeiros quinze dias da fase Delta estiveram no terreno 22 meios aéreos.

Na sexta-feira entra em vigor a fase Echo, que se prolonga até 31 de dezembro.

Segundo a DON, integram a fase Echo «as forças de empenhamento permanente e dois helicópteros permanentes».

Os agentes no terreno para os próximos dois meses são os meios disponíveis nos corpos dos bombeiros, além dos elementos do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS) da GNR e da Força Especial de Bombeiros Canarinhos.

A DON estabelece que os meios aéreos podem ser reforçados até um máximo de sete, e as forças terrestres até ao máximo indicado para a fase Delta (5.363 elementos e 1.289 veículos).

A diretiva operacional adianta que a «avaliação do perigo e do risco determinará o nível de empenhamento dos meios».

A área ardida mais do que duplicou este ano em relação ao mesmo período de 2011, tendo os 20.501 incêndios florestais consumido 104.125 hectares, segundo dados provisórios do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

O relatório do ICNF indica que, entre 01 de janeiro e 30 de setembro, foram registadas 20.501 ocorrências de fogo, 4.254 das quais foram incêndios florestais e 16.247 fogachos, que resultaram em 104.125 hectares de área ardida, entre 47.534 hectares de povoamentos e 56.591 hectares de matos.

http://www.tvi24.iol.pt

FIRESHELTER52

29/10/2012

Bombeiros de Albufeira "FILHOS DE GENTE GRANDE"

ESTA É A SUA FAMÍLIA! CONSEGUE FICAR INDIFERENTE?



Muitos Parabéns aos Bombeiros de Albufeira...

Convido todos a ver e partilhar este vídeo dos Bombeiros, diferente daquilo que os Bombeiros nos habituaram a ver...

Não tem fogo nem acidentes, mas tem o melhor do mundo... Os nossos Filhos

FIRESHELTER52

Tavira GNR alerta população para a problemática da violência doméstica

No âmbito do projeto “Sensibilizar a comunidade local para a violência doméstica”, o Município de Tavira e a Guarda Nacional Republicana (GNR) vão promover, nas freguesias de Cabanas, Santiago, Cachopo, Luz, Santa Luzia, Santa Maria e Santo Estêvão, sessões de divulgação sobre esta problemática.

Calendário das sessões:

5 de novembro, 14h30, Cabanas [junta de freguesia]

8 de novembro, 15h00, Santiago [junta de freguesia]

13 de novembro, 14h30, Cachopo [centro paroquial]

19 de novembro, 14h30, Luz de Tavira [junta de freguesia]

22 de novembro, 15h00, Santa Luzia [junta de freguesia]

29 de novembro, 15h00, Santa Maria [junta de freguesia]

5 de dezembro, 14h30, Santo Estêvão [junta de freguesia]

Este projeto tem como objetivo alertar e sensibilizar a população, designadamente, famílias e o seu agregado, sobre os perigos da violência doméstica.

Paralelamente, visa enumerar as diferenças entre violência doméstica e maus tratos, os procedimentos legais ao alcance da vítima, o carácter público do crime, a proteção da vítima e as medidas cautelares passíveis de aplicação por parte dos tribunais.

Integradas no Plano de Ação do Contrato Local de Segurança de Tavira, as sessões contam com o apoio das juntas de freguesia e do projeto Tavira Solidária, terão a duração de, cerca de, 1h30 e serão ministradas por militares da GNR.
http://www.cm-tavira.pt

FIRESHELTER52

Dobrar a Bandeira Nacional

A dobragem da Bandeira Nacional, especialmente em cerimónias, deverá ser efectuada de modo a que, no final, resulte um rectângulo com a largura e comprimento do Escudo Nacional. A dobragem deverá ser feita por, normalmente, quatro pessoas, seguindo os seguintes passos:


1. Coloca-se a bandeira na horizontal, segura pelas bordas da tralha e do batente;
2.  Dobra-se o terço superior para trás;
3.  Dobra-se o terço inferior para trás;
4.  Dobra-se o lado do batente (encarnado) para trás;
5. Finaliza-se, dobrando-se o lado da tralha (verde) para trás.
 O resultado
Assim se trata a Bandeira Nacional com respeito e se dobra de forma a se poder ver exactamente qual a sua posição evitando equívocos (no mínimo) embaraçoso. 
Não se dobra a Bandeira Nacional como se fosse um lençol ou uma toalha !!!!!
MCSilva
FIRESHELTER52

28/10/2012

Cinzas de incêndio ameaçam barragem no Sotavento Algarvio

Os cerca de 25 mil hectares de floresta ardida na serra do Caldeirão são uma ameaça para a barragem que fornece água a metade do Algarve.

Uma das regiões mais fustigadas pelos incêndios de verão continua com as árvores queimadas por remover e com a estabilização do solo para fazer.

Isto faz que com que a bacia que forneça água ao Sotavento algarvio esteja coberta por detritos dos incêndios e que assim continue até intervenção do Governo.

http://www.abola.pt

FIRESHELTER52

26/10/2012

Governo atribui 1,5 ME aos municípios de Tavira e São Brás de Alportel

O Governo oficializou ontem uma ajuda financeira no valor de 1,5 milhões de euros para os municípios algarvios de Tavira e São Brás de Alportel, afetados por um grande incêndio florestal em julho deste ano.

A verba disponibilizada pela tutela consta de um Contrato Local de Desenvolvimento Social (CLDS) ontem assinado em Lisboa e terá o valor de 667 mil euros para o município de Tavira e 844 mil euros para o de São Brás de Alportel.

O valor acordado entre o Governo e os dois municípios resulta de um levantamento feito sobre os prejuízos dos incêndios e soma-se a um apoio anterior, que já tinha sido atribuído, de 188.632 euros.

Os incêndios que atingiram a Serra do Caldeirão, entre Tavira e São Brás de Alportel, de 18 a 21 de julho, queimaram uma área aproximada de 24 mil hectares, sobretudo espaços florestais, de acordo com a Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC).

No caso de São Brás de Alportel ficaram 18 habitações destruídas, que terão de ser agora alvo de intervenção, explicou aos jornalistas o presidente da câmara António Eusébio (PS).

“A partir de hoje estamos prontos para lançar o concurso. São cerca de 460 mil euros de investimento para reconstruir as habitações”, perspetivou o autarca.

António Eusébio referiu ainda que algumas das famílias desalojadas procuraram soluções junto de familiares, mas que outras permanecem nas suas habitações, em situação “precária”.

Já no município de Tavira ficaram destruídas sete habitações, que irão agora ser reconstruídas com parte do valor recebido pelo CLDS.

“Há dois momentos neste programa. Num primeiro momento irão ser utilizados cerca de 300 mil euros para reconstruir as casas e depois irão ser desenvolvidas ações de reintegração, acompanhamento social e psicológico das famílias afetadas”, explicou aos jornalistas o presidente da Câmara de Tavira, Jorge Botelho (PS).

Por seu turno, o secretário de Estado da Solidariedade e da Segurança Social, Marco António Costa, realçou que o Governo atuou num tempo recorde e que sempre esteve disponível para entregar a verba necessária para compensar as perdas dos incêndios.

“Desde o primeiro momento o Estado disse que faria o esforço financeiro que fosse necessário para apoiar efetivamente estas famílias e dar-lhes o nível de conforto que tinham antes desta calamidade”, afirmou.

Segundo o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), o maior fogo deste ano deflagrou entre 18 e 22 de julho, nos concelhos de Tavira e São Brás de Alportel, e afetou 21.437 hectares de espaços florestais, cerca de 21 por cento da área florestal ardida em 2012.

Um relatório independente sobre os incêndios de julho no Algarve concluiu que houve falta de meios de combate e de aceiros, bem como falhas do comando na perceção da localização do fogo e na previsão da evolução das chamas.

.diariOnline RS com Lusa

24/10/2012

European Storm Forecast Experiment Informa condição meteorológica favorável à formação de tornados

Investigadores europeus lançaram um alerta para Portugal, devido à possibilidade de ocorrência de tornados no território continental ao longo de quarta e quinta-feira.

O Instituto de Meteorologia, confrontado pelo CM, diz que existem condições para a sua formação, mas as probabilidades são muito reduzidas.

O alerta de nível 1, o segundo numa escala de quatro, foi emitido esta segunda-feira pelo projecto ‘European Storm Forecast Experiment’, constituído por jovens investigadores e meteorologistas da Europa Central.

Segundo a página oficial deste projecto, o alerta foi emitido devido a “chuva intensa, ventos fortes e ameaças de granizo e formação de tornados”.

Na escala de alertas, o nível 1 corresponde a uma probabilidade entre 5 a 15 por cento de ocorrer uma tempestade convectiva (condição meteorológica favorável à formação de tornados).

“Há uma depressão, com superfície frontal, a Norte do Arquipélago dos Açores que se está a dirigir para a Península Ibérica.

Deverá chegar a Portugal Continental na madrugada, manhã de quarta-feira, prolongando-se os seus efeitos até quinta-feira”, explicou ao CM a meteorologista Patrícia Gomes, sublinhando a previsão do Instituto de Meteorologia que dá conta de “períodos de chuva ou aguaceiros, por vezes fortes e acompanhados de trovoada em especial nas regiões Centro e Sul”.

A probabilidade de ocorrer um tornado é, sublinha, reduzida.

Por:André Pereira in Correio da Manhã
http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/europeus-alertam-para-tornado-em-portugal

FIRESHELTER52

23/10/2012

Protecção Civil emite Aviso Meteorológico

De acordo com a informação meteorológica disponibilizada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), prevê-se para as próximas 48 horas:

• Períodos de chuva a partir do início da manhã de amanhã quartafeira 24/Out até quinta-feira 25/Out, por vezes em regime de aguaceiros, sendo por vezes fortes e acompanhada de trovoada em especial nas regiões Centro e Sul;

• Vento do quadrante sul forte no litoral e terras altas, sendo também com rajadas da ordem dos 80 km/h nas terras altas, amanhã quarta-feira e até meio da tarde do dia depois de amanhã quinta-feira.

Acompanhe as previsões meteorológicas em www.meteo.pt

Face à situação acima descrita, poderão ocorrer os seguintes efeitos:

• Piso rodoviário escorregadio e eventual formação de lençóis de água;

• Possibilidade de cheias rápidas em meio urbano, por acumulação de águas pluviais ou insuficiências dos sistemas de drenagem;

• Possibilidade de inundação por transbordo de linhas de água nas zonas historicamente mais vulneráveis;

• Danos em estruturas montadas ou suspensas;

• Possíveis acidentes na orla costeira;

• Inundações de estruturas urbanas subterrâneas com deficiências de drenagem.

MEDIDAS PREVENTIVAS

• Garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros

• Garantir uma adequada fixação de estruturas soltas, nomeadamente, andaimes, placards e outras estruturas suspensas;

• Adotar uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a possível formação de lençóis de água nas vias;

• Não atravessar zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas;

• Ter especial cuidado na circulação junto da orla costeira e zonas ribeirinhas historicamente mais vulneráveis a inundações rápidas;

• Não praticar atividades relacionadas com o mar, nomeadamente pesca desportiva, desportos náuticos e passeios à beira-mar, evitando ainda o estacionamento de veículos na orla marítima;

• Estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Protecção Civil e Forças de Segurança.

http://www.prociv.pt/Documents/Prot.%20Civil_%20AVISO_15.pdf

FIRESHELTER52

22/10/2012

Passeio guiado "A serra queimada, em Tavira"

A 3 de Novembro, a Liga para a Protecção da Natureza (LPN) organiza o passeio guiado "A serra queimada, em Tavira", uma caminhada de cerca de duas horas e meia entre Água de Tábuas e Porto Carvalhoso. Inscrições até 1 de Novembro.

"De 18 a 22 de Julho, 26.442 hectares de floresta, matos, campos agrícolas, bem como casas, anexos e alfaias agrícolas foram devorados pelo fogo, nos concelhos de Tavira e de São Brás de Alportel, em plena Serra do Caldeirão.

A LPN Algarve tinha planeado, no início do ano, fazer um passeio a pé na zona da Alcaria do Cume (Cachopo), para mostrar a riqueza de flora e fauna desta zona e a sua beleza paisagística.

Mas o fogo devorou tudo isso. Assim sendo, e porque somos uma associação de defesa do Ambiente, mantemos o passeio na zona, mas desta vez com uma vertente pedagógica e de chamada de atenção para os efeitos nefastos do desordenamento do nosso território, que abre caminho a estes incêndios devastadores", explicam os organizadores.

O ponto de encontro para esta actividade será na Alcaria do Cume (na estrada entre Tavira e Cachopo) às 09h30 (ter em atenção que o caminho desde Tavira a Alcaria do Cume, dado o mau estado da estrada e as suas inúmeras curvas, leva cerca de 45 minutos a uma hora). Depois seguiremos de carro pela estrada que liga Alcaria do Cume a Malhada do Judeu e a Bemparece.

Guia: Isabel Araújo

Contactos:

Email: lpn_algarve@yahoo.com

FIRESHELTER52

21/10/2012

Confiança e Agradecimento aos Bombeiros Municipais no Encerramento da Época de Incêndios

Decorreu ontem no quartel dos Bombeiros Municipais de Tavira a cerimónia de encerramento da época de incêndios florestais de 2012.

O dia foi marcado por dois eventos distintos, no qual o primeiro começou com um passeio de bicicleta organizado e participado por bombeiros que rolaram por algumas freguesias do concelho, posteriormente o Sr. presidente da câmara, comando e bombeiros sentaram-se à mesma mesa e confraternizaram entre eles.

Nas alocuções os bombeiros sentiram-se agradecidos e reconhecidos pelo esforço e trabalho desenvolvido durante a época de incêndios de 2012, onde se refletiu e abordou como não poderia deixar de ser o 2º maior incêndio de sempre em Portugal desde que há registos e o maior da última década, que decorreu este ano em Julho no concelho de Tavira e estendeu ao concelho de São Brás de Alportel.

Mais do mesmo, a austeridade não pode ficar a porta do quartel e o Edil municipal fez e mostrou mais uma vez aos Bombeiros de Tavira que a casa mãe do socorro embora com cortes obrigatórios é e continuará a ser gerida de modo a que a resposta à máquina do socorro não pare.

Não foi esquecido, nem por parte do Edil nem por parte dos Bombeiros a interação musculada dos milhares de voluntários de civis, empresas e organizações que durante as semanas de incêndio dentro e fora do concelho se propuseram a ajudar e a dar vida, para que rapidamente os Bombeiros Portugueses pudessem debelar o incêndio.

FIRESHELTER52

Bombeiros Municipais respondem a Acidente na EN125 durante a madrugada

Os Bombeiros Municipais de Tavira responderam durante a madrugada de Domingo a um acidente de viação na EN125 perto de Tavira.

Um despiste de um ligeiro de passageiros fez um ferido ligeiro.

No local estiveram 6 Bombeiros Municipais apoiados por uma ambulância INEM SBV e um veículo de Salvamento e Desencarceramento sediados no CBM Tavira.

As operações de trânsito foram asseguradas pela PSP de Tavira e pela concessionária da EN125.

FIRESHELTER52


18/10/2012

Miguel Pereira,31 anos natural de Tavira Ordenado Sacerdote a 8 de Dezembro

A Igreja algarvia vai ter dois novos sacerdotes e um diácono.

A ordenação dos três vai acontecer dia 8 de dezembro, anunciou Manuel Quintas, bispo do Algarve, durante a Eucaristia de abertura do Ano da Fé, no último domingo.

«Penso que devemos dar graças a Deus por este dom, esta alegria que o será, não só para eles, para as suas famílias e paróquias, mas também para toda a nossa Igreja diocesana», referiu o prelado, citado pela Folha do Domingo.

As ordenações sacerdotais dos diáconos Miguel Pereira e Vasco Figueirinha, e a ordenação diaconal do seminarista Nuno Coelho, vão decorrer na Sé de Faro.

Miguel Pereira, de 31 anos, é natural de Tavira e colabora com as paróquias da matriz e de Nossa Senhora do Amparo, de Portimão.

Vasco Figueirinha, de 25 anos, é natural de Ferreiras, Albufeira, e auxilia as paróquias de Tavira.


Nuno Coelho, de 35 anos, é natural de Lagoa e será ordenado diácono, o que constituirá a sua terceira e última etapa antes de ser ordenado padre.

http://www.fatimamissionaria.pt

FIRESHELTER52

Saiba quanto vai perder em 2013... Calculadora Correio da Manhã


O Correio da Manhã disponibiliza-lhe uma calculadora em que é possível saber quanto vai perder no seu salário em 2013, de acordo com a proposta do Governo para o Orçamento do Estado de 2013.

A contabilização tem em conta os novos escalões de IRS e a sobretaxa de 4% e aplica-se apenas aos trabalhadores por conta de outrem.

O CM recorda que estas contas são provisórias.

Só serão válidas após discussão na especialidade e aprovação na generalidade pela Assembleia da República.

Estes valores não têm em conta as deduções fiscais que ainda podem ser feitas por cada contribuinte.

ACESSO AO DOCUMENTO EXCEL COM A CALCULADORA NO LINK EM BAIXO 

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/economia/calculadora-saiba-quanto-vai-perder-em-2013

Para efectuar a simulação basta colocar o valor do ordenado bruto mensal no respectivo campo.

Os restantes valores irão aparecer automaticamente.


CORREIO DA MANHÃ

FIRESHELTER52



BOMBEIROS Incorporação 2013


Bombeiros São Brás de Alportel contactos no cartaz

FIRESHELTER52

Equipas de Emergência respondem a acidente com 9 feridos entre os Concelhos de Tavira e Olhão

Bombeiros, INEM e outras entidades responderam durante a manhã de hoje a um acidente de viação na Estrada que liga a localidade de Amaro Gonçalves - Luz Tavira a Moncarapacho - Olhão.

Uma carrinha com trabalhadores despistou-se fazendo 9 feridos, já no conselho de Olhão.

Os Bombeiros Municipais de Tavira enviaram para o local 3 ambulâncias INEM SBV, encontrando-se ainda no local várias ambulâncias INEM SBV de outras entidades tal como ambulâncias INEM SIV, e o VSAE (desencarceramento pesado) do CBM Olhão, entre outros.

Tudo indica que se tratam de feridos ligeiros, o trânsito encontra-se condicionado no local.

Assim que possível serão atualizadas as informações relativas a este acidente.

Conduza com precaução, não seja você também, vitima das estradas...

FIRESHELTER52

17/10/2012

CCD União de Ciclismo Tavirense e Casa Abílio ofereceram aos Bombeiros Municipais um equipamento de comunicação portátil

Do resultado das verbas adquiridas no passeio solidário organizado pelo Centro Cultural e Desportivo União de Ciclismo Tavirense e a Casa Abílio a 19 de Agosto do corrente ano, foi oferecido aos Bombeiros Municipais de Tavira no dia 4 de Outubro um equipamento de comunicação portátil.

Trata-se de um rádio portátil, ligado à Rede Operacional de Bombeiros- ROB essencial aos processos de comunicação nos diversos cenários de intervenção dos Bombeiros Municipais.

O passeio solidário contou com quase uma centena de inscritos e promoveu o convívio entre os participantes, dando a conhecer algumas zonas atingidas pelas chamas do grande incêndio da serra de Tavira.

Foi assim atingido com sucesso o objetivo destas duas entidades Tavirenses na angariação de fundos para ajudar os Bombeiros Municipais de Tavira.


FIRESHELTER52

Aljezur Vai Dispor de Equipa de Intervenção Permanente

Para dar resposta a qualquer tipo de emergência, a Proteção Civil e a Câmara de Aljezur assinaram, na semana passada, um protocolo para a criação de uma equipa de intervenção permanente.

“Trata-se de um protocolo tripartido entre a Câmara Municipal de Aljezur, a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Aljezur e a Autoridade Nacional de Proteção Civil”, explica a autarquia.

Segundo os responsáveis, a criação de equipas de intervenção permanente nos municípios de maior risco destina-se “ao cumprimento das múltiplas missões no âmbito do sistema de proteção civil”, nomeadamente no combate a incêndios, socorro múltiplo às populações em permanência, entre outros, mas também “no âmbito do planeamento, formação, reconhecimento de locais de risco e ações de sensibilização junto das populações locais”.

A autarquia de Aljezur adianta ainda que o total dos encargos com esta equipa de intervenção permanente está estimado em cerca de 60 mil euros anuais, dos quais a Autoridade Nacional de Proteção Civil comparticipará 50 por cento, sendo a outra metade assegurada pelo município. Toda a componente administrativa, logística e operacional será assegurada pela Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Aljezur.

Jornal do Algarve

FIRESHELTER52

Bombeiros Municipais respondem a acidente de viação na EN398 perto de Santa Catarina

Os Bombeiros Municipais de Tavira responderam ao inicio da noite de ontem a um acidente de viação na Estrada Nacional 398 perto da localidade de Santa Catarina.

Uma colisão entre duas viaturas ligeiras de passageiros fez quatro feridos.

O cenário no local era dantesco, os destroços das viaturas estendiam-se por dezenas de metros na via que se encontrava em parte obstruída pelas viaturas acidentadas e pelos destroços do acidente.

Das quatro vitimas,todas elas assistidas pelas equipas de emergência dos Bombeiros Municipais, três recusaram o transporte ao hospital.

No local estiveram seis Bombeiros Municipais, apoiados por duas ambulâncias INEM SBV e um veiculo de salvamento e desencarceramento sediados no CBM Tavira.

A GNR de Tavira esteve no local e a circulação esteve bastante condicionada durante as operações de socorro.

FIRESHELTER52

16/10/2012

Alerta de chuva e vento fortes para próximos dois dias

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) emitiu hoje um aviso à população devido às previsões de chuva, vento e agitação marítima para os próximos dois dias.

Numa nota, a ANPC adianta que estão previstas, a partir de hoje à noite e até quinta-feira, condições de chuva e vento forte, em todo o país, e nas regiões do interior as rajadas do vento poderão atingir os 70 quilómetros por hora.

Face às condições meteorológicas, a Proteção Civil alerta para o piso escorregadio e eventual formação de lençóis de água, a possibilidade de cheias rápidas em meio urbano e de inundações, danos em estruturas montadas ou suspensas, e possíveis acidentes na orla costeira.

Assim, a ANPC aconselha a adoção de comportamentos adequados, nomeadamente a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais, a adoção de uma condução defensiva, não atravessar zonas inundadas, ter especial cuidado na circulação junto da orla costeira e em zonas ribeirinhas mais vulneráveis a inundações rápidas, e a não praticar atividades relacionadas com o mar.

FIRESHELTER52

Equipa Intervenção Permanente EIP Bombeiros Vila Real Stº António

Está a decorrer no Corpo de Bombeiros de Vila Real de Santo António o processo de recrutamento, selecção e avaliação dos elementos que irão fazer parte da Equipa de Intervenção Permanente.

Esta irá inicial funções a 1 de Dezembro de 2012.

Existem sete candidatos, que estão a concorrer ao cinco lugares existentes.

in facebook

FIRESHELTER52

Encontro Urban Sketchers TAVIRA

O Urban Sketchers Portugal é um colectivo de autores portugueses que desenham em diários gráficos as cidades onde vivem, os sítios por onde viajam, encontram-se para desenhar de vez em quando e respondem a desafios lançados no blog.

Hoje o SAFEPLACE52 dá a conhecer este trabalho na perpetiva do desenho que foi elaborado na cidade de Tavira.

Para ver mais siga em http://urbansketchers-portugal.blogspot.pt


Clique nas imagens para aumentar

FIRESHELTER52

14/10/2012

Gadjet Emergência // HALFBACK FASPLINT

A Hartwell Médica, finalista do World Innovation Awards 2012 EMS criou a HALFBACK FASPLINT.

Medindo 40,5 "de comprimento, esta versão mais compacta de uma maca de vácuo, tala que permite à vítima ser transportada na sua posição de conforto, enquanto fornece uma boa imobilização espinal segura através da estabilização da vitima na cabeça, pescoço e torso como uma única unidade.

O HALBACK FASPLINT é concebido para ser usado em conjunto com um encosto incorporado num plano duro ou numa maca scoop.

Ele fornece a imobilização rápida e segura sem pressão circunferencial, eliminando a possibilidade de danos nos vasos e nervos, ficando agora uma solução acessível que praticamente elimina o potencial de desenvolvimento úlcera de pressão provocado pela postura demorada em planos duro.

Todos os anos, EMS Mundo Editorial, Membro do Conselho Consultivo Mike Smith seleciona os Top 20 Produtos da Exhibit Hall EMS World Expo.

Para mais gadgets visite www.emsworldexpo.com.

FIRESHELTER52

Algarve Auto-escadas esperam arranjo

Em todo o Barlavento algarvio, só estão disponíveis duas auto-escadas para combater fogos urbanos - nas corporações de Albufeira e Silves. Os equipamentos de Portimão e Lagos esperam reparação.

O caso mais gritante é o dos Bombeiros de Portimão, onde a auto-escada está quase parada há vários meses.

"Não está inoperacional, mas só sai em último caso, se estiver alguém em risco", explica Álvaro Bila, presidente da associação, adiantando que a reparação "custa 25 mil euros" e a associação "não tem esse dinheiro".

Os bombeiros já decidiram avançar com formas de angariar receitas para a reparação.

Está a decorrer uma venda de rifas (um euro cada) para o sorteio, em Dezembro, de duas estadias de duas noites em Pousadas de Portugal, oferecidas pelo grupo Pestana.

"Era bom que conseguíssemos obter 10 mil euros", diz Álvaro Bila, referindo que estão a preparar outras iniciativas.

Com as limitações da auto--escada de Portimão, quando era necessário, recorria-se à de Lagos. Mas esse equipamento está a necessitar de reparação desde que participou no combate ao fogo no Retail Park de Portimão, há cerca de um mês.

No Barlavento, restam as auto-escadas dos bombeiros de Silves e de Albufeira. Ainda terça-feira, o equipamento de Silves foi usado no combate a um fogo urbano em Portimão.

Por:José Carlos Eusébio in Correio da Manhã

FIRESHELTER52

13/10/2012

Avião aterrou de emergência em Faro

Um avião da companhia Jet2 com 238 passageiros e sete tripulantes aterrou hoje de emergência no aeroporto de Faro por motivos de avaria técnica, disse à Lusa fonte da ANA.

Segundo a mesma fonte, a tripulação da aeronave proveniente de Tenerife, nas Ilhas Canárias (Espanha), com destino a Manchester (Reino Unido), pediu para aterrar no aeroporto de Faro, o que aconteceu por volta das 16h00, "sem qualquer problema" para a aeronave e para os passageiros.

"Foi uma aterragem normal, sem problemas, à semelhança de outras que têm ocorrido, a pedido do comandante, que detectou uma avaria, cumprindo todos os requisitos de segurança", disse a fonte da ANA.

O director do aeroporto de Faro, Correia Mendes, disse à Lusa que a aterragem decorreu com toda a segurança, ficando o avião estacionado no aeroporto a fim de que seja apurada a avaria.

Correio da Manhã

FIRESHELTER52

Hospital de Faro falha na Urgência

A falta de médicos psiquiatras no Hospital de Faro comprometeu, anteontem, a resposta no serviço de Urgência.

Seis utentes tiveram de ser transferidos, de ambulância, para o Hospital de São José, em Lisboa, dado que o único especialista (entre os cinco do quadro) escalado para o serviço de Urgência estava doente, admitiu Pedro Nunes, presidente do conselho de administração do hospital da capital algarvia.

No último concurso aberto pelo Hospital de Faro ficaram por preencher 18 vagas, em sete especialidades diferentes e Pedro Nunes refere que há lugares vagos em Psiquiatria.

Após o concurso, o responsável disse ao CM que nenhum serviço seria prejudicado, pois o hospital poderia recorrer ao pagamento de horas extraordinárias ou à contratação de médicos a empresas.

Pedro Nunes já lamentou o facto de os profissionais de saúde não mostrarem interesse em trabalhar no Hospital de Faro.

Por:M.M. in correio da manhã

FIRESHELTER52

12/10/2012

Ex-aluno rebenta ‘bomba’ na escola em Quarteira

Os funcionários da escola Secundária Doutora Laura Ayres, em Quarteira, Loulé, não ganharam para o susto.

Anteontem, ao final da tarde, uma bomba artesanal foi atirada para as traseiras das instalações, estilhaçando-se no chão. Valeu a hora tardia, pois poucas pessoas se encontravam na Escola.

Segundo fonte do Comando da GNR da região, que tomou conta da ocorrência, o responsável pelo incidente terá sido "um ex-aluno, de 17 anos".

A mesma fonte da Guarda acrescentou que "o jovem já está identificado e referenciado pelas autoridades, embora ainda não tenha sido constituído arguido".

Ao que o CM apurou, para confeccionar o engenho explosivo caseiro, o jovem utilizou componentes como ácido muriático e carvão, misturados numa garrafa de plástico vulgar.

Testemunhas que acorreram ao local, após ouvirem um "enorme estrondo", garantem que, "se a garrafa embatesse numa parede, seria suficiente para abrir um buraco, e se atingisse alguém, provocaria certamente queimaduras com alguma gravidade".

Vários funcionários da Escola Secundária de Quarteira confirmaram a explosão da bomba artesanal, mas desvalorizam o facto.

"Foi uma brincadeira de extremo mau gosto", limitaram-se a classificar, sem adiantar os eventuais motivos que terão levado ao ataque pelo ex-aluno.

Contactada pelo CM, a Direcção da Escola recusou-se a prestar qualquer declaração ou esclarecimento sobre o caso.

Por:Marco Maurício in Correio da Manhã

FIRESHELTER52

Gangnam Style - Firefighter Style



FIRESHELTER52

10/10/2012

Tavira 2400 kg de droga em embarcação

Militares do Subdestacamento de Controlo Costeiro de Vila Real de Santo António apreenderam, pelas 04h00 desta quarta-feira, 2400 quilos de haxixe e uma embarcação de pesca portuguesa.

A embarcação que transportava os 70 fardos de haxixe foi detectada nas proximidades de Tavira sem qualquer tripulante a bordo.

A segunda embarcação, que se pressupõe ter sido utilizada para a fuga dos suspeitos, ainda não foi localizada.

Correio da Manhã

FIRESHELTER52

RELATÓRIO DO INCÊNDIO FLORESTAL DE TAVIRA-SÃO BRÁS DE ALPORTEL DE JULHO DE 2012

Relatório elaborado pelo Centro de Estudos sobre Incêndios Florestais, com a coordenação do Prof. Doutor Domingos Xavier Viegas, relativo ao incêndio florestal de Tavira-São Brás de Alportel ocorrido entre 18 e 22 de Julho de 2012.

Coligido na página: http://www.portugal.gov.pt

Download do documento:
http://www.portugal.gov.pt/media/730414/rel_incendio_florestal_tavira_jul2012.pdf

FIRESHELTER52

Acidentes na EN125 não dão tréguas

Uma pessoa ficou ferida, sem gravidade, numa colisão entre três viaturas ocorrida ontem ao km86 da EN125, na zona de Vale Judeu.

Na mesma via, ao KM 117 perto de Olhão, registou-se um despiste de um ligeiro e na Patã ocorreu uma colisão entre três carros, só com danos materiais.

Correio da Manhã

FIRESHELTER52

A BRIGADA DE TRÂNSITO ESTÁ DE LUTO

VEÍCULO FURTADO MATA 2 MILITARES E FERE UM GRAVEMENTE

O acidente ocorreu na A23, cerca das 21.30 horas, no sentido norte-sul, na zona de Maçainhas, concelho de Belmonte, entre o nó de Benespera e Belmonte/Norte, quando os militares da Brigada de Trânsito da Guarda, efectuavam um desvio de trânsito em auxilio aos Bombeiros no combate a um incêndio.

O veículo que atropelou os militares, havia sido furtado durante a tarde em Foz Côa.

Os Militares falecidos são:

Cabo Cruz
Guarda Barrancos


Ferido grave Sargento Andrade

FIRESHELTER52