01/04/2013

Portugal compra 2 EADS C-295M Para Combate a Incêndios

Com a confusão instalada no concurso dos meios aéreos, o ministro dá um murro na mesa e assume a compra de duas aeronaves pesadas para o combate a incêndios.

Com a época de incêndios a aproximar-se a grande velocidade e a necessidade urgente de dar resposta ao conflito entre as empresas concorrentes, Portugal vê-se assim obrigado a adquirir com urgência duas aeronaves pesadas que irão garantir o ataque ampliado.

Os dois EADS C-295M são aviões que já equipam a Força Aérea Portuguesa sendo que isso marcou a escolha dos equipamentos. A Força Área irá dispensar os pilotos necessários para o desempenho de missões de combate a incêndios.

O ministro já assegurou que as aeronaves serão um investimento seguro, com retorno garantido, estando já assegurado que as mesmas estarão ao serviço da emergência médica fora do período do DECIF, o que já acontece com as aeronaves da EMA.

Com 24 metros de envergadura, 8.66 de altura, com velocidade máxima de 470 km/h e dez horas de autonomia este meio promete ser bastante operacional. O mesmo será capaz de transportar 9250 litros de água, sendo que o equipamento de combate a incêndios será de características móveis para que possa ser retirado para o desempenho de outras funções.

O ministro promete ainda que se os concursos não tiverem resolução rápida poderá também programar a aquisição de helicópteros de combate a incêndios.

Fonte: newsonline // BPS.blogspot.com

FIRESHELTER52


1 comentário:

FIRESHELTER52 disse...

Esta noticia é uma piada do 1º de Abril dia das mentiras.

Atenciosamente
FIRESHELTER52