28/08/2016

A Influência da Temperatura no Combate Incêndios Urbanos - Um Perigo Mortal

A capacidade de trabalhar num ambiente a altas temperaturas é significativamente reduzida quando comparada com a capacidade de trabalhar em ambientes frios. 


No entanto, o ser humano é um ser homeotérmico, ou seja, tem a capacidade de regular a temperatura profunda do corpo (Tp) mantendo-a a 36,7± 0,3°C, independentemente das variações térmicas do meio ambiente.

Se a Tp oscilar mais que 2°C, pode assumir-se uma perda de equilíbrio térmico, ou então, uma falha de termorregulação.

Caso esta situação suceda, a regulação da Tp pode ser transitoriamente comprometida, resultando em hipotermia (Tp<35ºC) ou em hipertermia (Tp>39ºC), podendo levar à morte caso a Tp diminua aproximadamente 10°C ou se eleve apenas 5ºC .

Excerto de um trabalho universitário que estou seguindo: "Caracterização do stresse térmico no combate incêndios e avaliação de sistemas de arrefecimento"


(imagem de uma operação de combate a incêndio urbano num apartamento em Tavira, equipa de manobra com CITérmica Flirk55)

Um conceito que deve fazer parte do conhecimento de quem anda por estas vidas

FIRESHELTER52

Sem comentários: