Separadores SAFEPLACE52

16/09/2021

GNR Identifica 3 Homens Por Furto de Alfarrobas em Tavira

O Comando Territorial de Faro, através do Destacamento Territorial de Tavira, no dia 13 de setembro, identificou três homens, com idades compreendidas entre os 16 e os 20 anos, por furto de alfarroba, no concelho de Tavira.



No decorrer de uma ação de patrulhamento, os militares da Guarda avistaram um veículo que transitava com várias sacas de alfarroba no seu interior, tendo sido abordado. 

No decorrer da fiscalização, foi possível apurar que os ocupantes não eram proprietários de terrenos com alfarroba, nem possuíam qualquer tipo de autorização para a sua apanha. 

A ação culminou na apreensão de quatro sacas de alfarroba que se encontravam no veículo com um peso total de 120 quilos.

Os suspeitos foram identificados, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Tavira

GNR - Comando Territorial de Faro


João Horta - FIRESHELTER52

11/09/2021

Foi há 36 anos o Maior Acidente de Comboios em Portugal

Há 36 anos deu-se o maior acidente ferroviário ocorrido até hoje em Portugal. 


No final da tarde de 11 de setembro daquele ano chocaram frontalmente na Linha da Beira Alta, entre Mangualde e Nelas, 2 comboios: o Sud-Express, que seguia com destino a Paris, e um Regional, que seguia para Coimbra. 

O número de vítimas mortais foi enorme, nunca se tendo apurado com rigor e em definitivo a real dimensão humana da catástrofe, que há quem estime possa ter chegado às duas centenas! 

Evocamos nesta data o sucedido, sublinhando a capacidade e robustez que o sistema nacional de proteção civil (bombeiros, forças de segurança, emergência médica, serviços de saúde, etc.) hoje tem para conseguir, de forma mais eficiente e eficaz, responder a situações desta magnitude.



in Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil

João Horta - FIRESHELTER52

Situação de algum risco meteorológico a caminho

Para os dias 13-14 de Setembro 2021 no Continente é esperado pelos quadros de previsão meteo: uma situação de algum risco meteorológico:


Risco de cheias rápidas e significativas em meio urbano (Atenção em especial à Área Metropolitana de Lisboa e Algarve pelas características dos solos, mas a todo o litoral centro e sul em geral), trovoadas intensas e até algum fenómeno extremo de vento (neste caso atenção ao sudeste continental/interior centro ou sul).

Os índices são muito intensos, a depressão irá estar a "marinar" em águas de até 25-26ºC e adquirirá características subtropicais, o que poderá facilmente despoletar precipitações locais muito intensas com rajadas convectivas.

Em termos de fenómeno extremo de vento, não é de excluir algum ou alguns microbursts ou downbursts ou, eventualmente, tromba de água ou tornado (de previsão local impossível).

Estamos a acompanhar com toda a atenção e será publicado um artigo até ao dia de amanhã sobre isto.


João Horta - FIRESHELTER52

10/09/2021

Entrega e distribuição de 115 novas viaturas à GNR

Hoje, dia 10 de setembro, foram distribuídas 115 novas viaturas de patrulhamento a várias Unidades Operacionais da GNR, as quais foram adquiridas e entregues à Guarda no âmbito da Lei de Programação das Infraestruturas e Equipamentos para as Forças e Serviço de Segurança.



As 115 novas viaturas foram distribuídas pelo dispositivo operacional da GNR.

Em termos globais e com esta distribuição, em 2021, foram entregues, até ao momento, 246 viaturas à GNR.

João Horta - FIRESHELTER52

09/09/2021

O que são aquelas bolas laranja nos cabos de alta tensão?

Quantas vezes já te perguntaste o que seriam e qual a utilidade daquelas bolas alaranjadas nos fios de alta tensão? Podes pensar que se trata de uma forma de sinalização, mas não é apenas isso.

Você já viu aquelas bolas laranjadas nos fios de alta tensão? Qual seria a finalidade delas? 

Segundo a Companhia no Brasil de Energia, Copel, estas bolas, que são instaladas nas redes de alta tensão, são esferas de fibra de vidro usadas para indicar a existência dos fios à pilotos de aeronaves que possam sobrevoar a área.

“A instalação é obrigatória e está prevista nas normas do setor elétrico nacional, a fim de evitar acidentes com aviões e helicópteros”, afirma a companhia.

Além de serem colocadas nas torres de alta tensão para facilitar a visualização dos cabos por pilotos de aviões e helicópteros essas bolas, que são tecnicamente chamadas de esferas dissipadoras eletro-geométricas, servem também para atrair os raios.

Dessa maneira, as esferas evitam que eles possam atingir os fios e os transfere pelo cabo de uma esfera para a outra, até que a corrente elétrica chegue à estrutura metálica das torres, e atinja o solo. 

Assim, elas evitam que o raio parta os cabos e os atire sobre as estradas, o que poderia provocar graves acidentes.

in facebook

FIRESHELTER52

07/09/2021

Espanha - Tipos de Ambulância e as suas Dotações Operacionais

Comunidade Valenciana Espanha



 Legenda:

TES- Técnico de Emergência Sanitária (Socorrista)

Infermer: Enfermeiro

MTGE: Médico

Tipologia da Ambulância

TNA: Transporte não assistido 

SVB: Suporte Básico de Vida

SAMU: Suporte Avançado de Vida

FIRESHELTER52

A Ricardina - O Barco da Ilha de Tavira

 Hoje, navegando aqui e por ali vi umas partilhas de fotos do Srº João Paula no facebook onde partilhava o modelo de um barco que fez a delicia de algumas gerações das décadas de 80 e 90 nas travessias entre as 4 Águas e a Ilha de Tavira.

Primeiramente chamava-se "...Pilar", chamou-se depois "Ricardina" e por fim foi o Pérola da Ilha.

Tinha a particularidade de ter sido dos 3 icónicos barcos da Ilha o maior, a popa tinha bancos e os mais afoitos podiam também subir para a proa onde lá iam sentados.

Fica aqui a recordação





https://www.facebook.com/joao.paula.94?comment_id=Y29tbWVudDozNzY1Mjk2ODI2ODE3MzQ5XzM3NjU1MDczMTAxMjk2MzQ%3D

FIRESHELTER52

12 Espectaculares Truques que Enganam as Funções do Corpo

Truques espectaculares que resultam mesmo!
Experimente e se funcionar consigo partilhe a informação. Pode ser que ajude muitas pessoas! 


1 - Se tem comichão na garganta, coce o ouvido. Quando os nervos no ouvido são estimulados, causam um reflexo na garganta, criando um espasmo muscular, que por sua vez, alivia a comichão.


2 - Tem dificuldade em ouvir alguém numa festa ou ao telefone? Utilize o ouvido direito; é mais eficaz a detetar o discurso rápido. Por outro lado, o esquerdo é melhor a detetar tons musicais.


3 - Se tiver MUITA vontade de evacuar, mas não está nem perto de uma casa-de-banho, fantasie algo com as suas RELAÇÕES. Isso preocupa o seu cérebro mantendo-o distraído.


4 - A próxima vez que lhe derem uma injeção, TUSSA enquanto a agulha estiver a entrar. A tosse aumenta a pressão no canal medular, que restringe a sensação de dor à medida que tenta percorrer a distância até ao cérebro.


5 - Desobstrua o nariz entupido ou alivie a pressão causada pela sinusite empurrando a língua contra o céu-da-boca e de seguida comprimindo um dedo entre as sobrancelhas. Repita durante 20 segundos – provoca a oscilação do osso vómer, que alivia a congestão.

6 - Se comeu muito numa refeição e se sente enfartado ao adormecer deite-se do lado esquerdo. Evitará o refluxo ácido já que mantem o estomago a um nível mais baixo do esófago.

7 - Poderá parar uma dor de dentes esfregando gelo na parte posterior da mão, na zona entre o polegar e o indicativo. Os nervos aí situados estimulam uma parte do cérebro que bloqueia os sinais de dor da boca.

8 - Se bebeu demais e fica tonto, coloque a mão nalguma coisa estável. Porquê: o álcool dilui o sangue na parte do ouvido chamada cúpula, que regula o equilíbrio. Ao colocar a mão em algo estável, dá ao cérebro um outro ponto de referência, ajudando assim a “tontura”.

9 - Pare a hemorragia do nariz colocando algodão nas gengivas superiores mesmo por detrás da pequena cavidade por baixo do nariz e pressione com firmeza. A maior parte da hemorragia provém da parede cartilaginosa que divide o nariz.


10 - Nervoso? Diminua a frequência cardíaca soprando no polegar. O nervo vago (ou pneumogástrico) controla a frequência cardíaca, sendo possível diminui-la através da respiração.

11 - Se a sua mão ficar dormente, abane a cabeça de um lado para o outro. Deixará de estar dormente em menos de um minuto. A mão fica dormente porque os nervos do pescoço comprimem-se. Se o pé ficar dormente, trata-se dos nervos na parte inferior do corpo, sendo necessário levantar-se e andar um pouco.

12 - Tem soluços? Pressione o polegar e indicador sobre as sobrancelhas até estes passarem - normalmente, em pouco tempo.


FIRESHELTER52

02/09/2021

É por isto que deve saber o que é uma cardiopatia isquémica

Comecemos com um exemplo para explicar a cardiopatia isquémica. 


À semelhança do que acontece no motor de um automóvel, quando o tubo que leva a gasolina ao motor está muito “sujo” por dentro. 
O motor dos nossos carros necessita de gasolina para trabalhar. A gasolina está no depósito e é transportada ao motor por um tubo que por vezes com a idade fica “sujo”; não fica completamente entupido, mas a quantidade de gasolina que debita ao motor não chega para as necessidades.

Assim, enquanto o motor está em repouso, não está em esforço, trabalha bem. Porém, quando se acelera ou quando se exige mais esforço por parte do motor, aí a gasolina que o tubo faculta ao motor é insuficiente e o motor perde a força, “gagueja” e pode mesmo ir-se abaixo. 

Se as nossas coronárias estão entupidas e o fluxo de sangue que debitam ao coração está limitado, quando exigimos mais do nosso coração, porque estamos a subir uma rua, umas escadas ou a desenvolver qualquer esforço, aí ele pode “gaguejar”, pode trabalhar mal ou pode mesmo “ir-se abaixo”.

A angina de peito caracteriza-se por uma dor, opressão, peso no peito quando o coração quer trabalhar e o oxigénio que lhe chega pelas artérias coronárias é insuficiente. 

A dor surge, o cansaço torna-se mais denso e pode até parar de trabalhar. Com o carro, levamo-lo à oficina e, eventualmente, substitui-se o tubo da gasolina. No caso do nosso coração, podemos ter que colocar um bypass ou um stent. 

Habitue-se a uma rotina anual!

menshealth.pt

João Horta -FIRESHELTER52

O que deve fazer se encontrar um camaleão

A par da captura ilegal e da destruição de habitat, a predação por cães, gatos e aves é uma séria ameaça para esta espécie.


A probabilidade de sobrevivência de um camaleão após um ferimento provocado por um animal de companhia é muito baixa, resultando a maior parte das vezes em infeções bacterianas letais.

Se encontrar um camaleão ferido ou doente recolha-o e encaminhe-o o mais rapidamente possível para o centro de recuperação de animais selvagens mais próximo.

No Algarve deverá ser encaminhado para o RIAS (92.765.93.13).

Pode contactar também o Serviço de Protecção da Natureza e Ambiente da GNR (SEPNA) através do número SOS Ambiente 808.200.520 ou os Vigilantes da Natureza da área protegida mais próxima.

No Algarve pode contactar o ICNF em Olhão (289.700.210), Castro Marim (281.531.257) e Lagos (282.402.320).

Caso encontre um camaleão saudável num local inapropriado para esta espécie, como por exemplo a atravessar uma estrada, tente pegar nele com o auxílio de um pequeno pau ou ramo e colocá-lo num local seguro, afastado da estrada.

Nestes casos em que o animal não está doente, não será necessário encaminhar o animal para o centro de recuperação.

Em caso de dúvidas contacte diretamente o RIAS através do número 92.765.93.13.

www.wilder.pt

João Horta - FIRESHELTER52