13/07/2014

Tavira 42 Anos de Emergência Médica Pré-Hospitalar

Os Bombeiros Municipais de Tavira fazem no mês de Julho 42 anos efetivos ao serviço do socorro das populações na vertente da emergência médica pré-hospitalar.

O socorro às populações em caso de doença, acidentes e transporte em ambulância sempre foi uma valência operacional desta corporação mesmo antes da criação de um serviço de emergência organizado,sendo que assim que foi criado um serviço de emergência médica em Portugal, Tavira e os seus bombeiros dele fizeram inicialmente parte.

A 15 de Julho de 1972, Tavira foi contemplada com uma viatura ambulância especial para ocorrências graves do então Serviço Nacional de Ambulâncias SNA, ligada ao serviço local 115.

Uma ambulância Mercedes-Benz série 200, de cor vermelha e branca e com a iluminação de emergência amarela.
Com 2746cm3, duplo comando de válvulas 160cv às 5.500rpm, segundo a Mercedes, este modelo de 72 possuía o para brisas laminado.

A sua área de intervenção visto estar inserida num projecto de socorro a nível nacional não se limitava apenas ao Concelho de Tavira, na Estrada Nacional 125 servia desde Marim até ás Cevadeiras, (Altura).

O espírito emergêncista era idêntico ao de hoje em dia, mas com os critérios de actuação e protocolos adequados á época.

Em 1981, esta viatura foi substituída por outra já denominada INEM, mas continuou na Corporação dos Bombeiros de Tavira ao serviço até cerca de 1988 altura do Centenário, sendo nessa altura a única ambulância idêntica a nível nacional mantendo-se operacional.


Desde essa altura até então os Bombeiros Municipais de Tavira são parceiros do atual INEM na resposta ao socorro às populações.

Hoje esta primeira ambulância ainda se encontra guardada e na posse dos Bombeiros Municipais sendo uma inestimável relíquia para todos, mas em especial para aqueles bombeiros que nela transportaram milhares de pessoas para os diversos hospitais e também para algumas pessoas que nela se salvaram e nasceram.


FIRESHELTER52

2 comentários:

INEM disse...

Obrigado pelo seu comentário no blog do INEM e por nos ter dado a conhecer esta relíquia que esteve ao serviço do concelho de Tavira durante 16 anos.

Anónimo disse...

ESTA MARAVILHA DEVERIA SER EVIDAMENTE PRESERVADA. PENA O SEU ESTADO E O ROTATIVO NÃO SER ORIGINAL